29/4 - Professores em greve e policiais militares entram em confronto em Curitiba

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

http://imgsapp2.correiobraziliense.com.br/app/foto_127989356258/2015/04/29/5593/imagem_destaque.JPG?erro=[Errno 13] Permission denied: '/home/portal-cb/public_html/ns63/arquivos/app/foto_127989356258/2015/04/29/5593/imagem_destaque.JPG'

29 de abril de 2015 - 16:51
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Oseas
Oseas - 30 de Abril às 23:43
Ora vejam só, é inacreditável o que o governo do PSDB no Paraná está fazendo com os professores da rede estadual de ensino, a região Sul assim como a região Sudeste, principalmente S.Paulo, votou em massa no candidato oposicionista do PSDB que prometia mudanças aos seus eleitores. Os manifestantes da rede estadual de ensino e de universidades estaduais do Paraná SÃO ELEITORES do PSDB e votaram maciçamente no candidato do partido, é inadmissível o tratamento que o PSDB está dando aos seus eleitores agora, é inaceitável a tirania exacerbada e covarde aplicada contra o professorado em Curitiba. É essa a cara do PSDB?
 
Sérgio
Sérgio - 29 de Abril às 20:44
Concordo com isso não! são trabalhadores como os policiais militares, buscando apenas, melhorar de vida. A PM tinha que cagar e andar para o governo e cruzar os braços também.