Brasil

Menino que tinha agulhas pelo corpo recebe alta e volta para casa Após 36 dias internado, o menino volta para casa em bom estado de saúde

Mônica Harada

Publicação: 22/01/2010 18:51 Atualização: 22/01/2010 19:12

O menino identificado como M.S.A, de 2 anos e 7 meses, que estava com cerca de 31 agulhas dentro do corpo, recebeu alta do Hospital Ana Neri, em Salvador, na Bahia. O hospital Ana Neri informou que ele deixou o hospital às 11h desta sexta-feira (22/1) e voltou para sua casa em Ibotirama, cidade do oeste baiano.

Após 36 dias internada (do dia 17 de dezembro 2009 a 22 de janeiro 2010), a criança está bem, se alimenta e brinca normalmente e continuará sendo acompanhado, a princípio mensalmente, pela equipe médica e de psicólogos do Hospital Ana Neri.

Após ter passado por três cirurgas e a retirada de 22 objetos, ainda restaram cinco fragmentos no corpo. Mas, de acordo com a coordenadora do Serviço de Cardiopediatria, Dra. Isabel Guimarães, os cinco fragmento de agulhas não provocarão nenhum risco a sua saúde e posteriormente serão retirados em procedimento ambulatorial, ainda não programado. Os cinco fragmentos que permaneceram estão na axila esquerda, lateral esquerda do tórax, lateral esquerda do abdome, coxa esquerda e no osso do púbis.

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a mãe a criança, Maria Souza Santos, disse estar muito feliz com a recuperação de seu filho e agradeceu a toda equipe médica e aos demais profissionais pela atenção, cuidado e carinho durante todo o tempo que esteve no hospital.

Segundo a coordenadora do Serviço de Cardiopediatria, Dra. Isabel Guimarães, a criança retornará ao hospital em fevereiro para realizar novos exames e fazer o acompanhamento psicológico. O governo do estado da Bahia se responsabilizou em fazer o transporte da criança de Ibotirama ao hospital durante o tempo que for necessário.

Cirurgias
Dos 31 objetos estavam no corpo do menino, 22 foram retirados em três cirurgias realizadas no hospital Ana Neri. A primeira cirurgia de retirada das agulhas aconteceu no dia 18 de dezembro de 2009, quando quatro objetos que estavam no coração e no pulmão esquerdo foram retiradas com sucesso. O segundo procedimento foi no dia 23 de dezembro e os médicos retiraram 14 agulhas do intestino, fígado e bexiga. A terceira e última, retirou outras quatro do canal medular cervical C7 e do pescoço.

O menor foi acompanhado por pediatras, cardiologistas, cirurgiões, infectologistas, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, anestesiologistas, neurologistas, nutricionistas, enfermeiros e auxiliares de enfermagem

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Paulo Kunzler
agora basata colocar 31 pregos bem grandes e enferrujados nas pessoas que fizeram este absurdo covarde. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

:: Publicidade



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas