Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Em estágio de alerta, Rio de Janeiro monitora as chuvas desta quarta-feira Segundo o Centro de Operações da Prefeitura, o Sistema de Alerta e Alarme Comunitário da prefeitura do RJ foi acionado, de forma preventiva

Agência Brasil

Publicação: 11/12/2013 09:58 Atualização: 11/12/2013 09:32

 (Tomaz Silva/Agência Brasil)


Rio de Janeiro -
Voltou a chover forte na manhã desta quarta-feira (11/12), na capital fluminense e na Baixada Fluminense. Devido ao temporal, a cidade está em estágio de alerta nas bacias de Jacarepaguá e da Baía de Guanabara, desde o final da madrugada. O estágio de alerta é o terceiro nível em uma escala de quatro e significa previsão de continuidade de chuva forte nas próximas horas.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que, devido ao elevado índice acumulado de chuva registrado na região de Vaz Lobo, na zona norte, foi acionado, de forma preventiva, o Sistema de Alerta e Alarme Comunitário da prefeitura do Rio. As sirenes da comunidade do Sapê foram disparadas a partir das 4h50. Os moradores, orientados por agentes comunitários e da Defesa Civil, se dirigiram aos seis pontos de apoio distribuídos na comunidade. Há pouco, o Sistema de Alerta Rio foi acionado em 30 comunidades do Rio, devido ao aumento da chuva.

Leia mais notícias em Brasil

 (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Os rios Pavuna e Manguinhos, na zona norte, transbordaram. As ruas que cortam esses bairros estão intransitáveis. Os ramais de Saracuruna e Belford Roxo foram fechados pela concessionária de trens SuperVia, por causa da chuva forte. Em Nova Iguaçu, o pedreiro Martim Mesquita da Silva, de 50 anos, foi arrastrado pela correnteza do rio que corta Austin, na Baixada Fluminense. Está desaparecido desde a madrugada. Os bombeiros de Nova Iguaçu fazem buscas tentando achar o pedreiro.

O Sistema de Alerta de Cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) registra alerta máximo no Rio Botas, que corta os municípios de Belford Roxo e Nova Iguaçu, com risco iminente de transbordamento. O Aeroporto Santos Dumont está fechado para pousos e decolagens. Dez voos estão atrasados e outros foram desviados para o Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão, que opera com auxílio de instrumentos. Quatro voos foram cancelados.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.