Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Sobe para 2 mil, o número de manifestantes do MTST em São Paulo Segundo a PM, manifestantes reivindicam moradias populares

Agência Brasil

Publicação: 11/12/2013 12:14 Atualização:

São Paulo – Os sem-teto que marcham em direção à prefeitura de São Paulo ocupam uma das quatro faixas da Rua da Consolação. Cerca de 2 mil pessoas de acordo com a Polícia Militar, participam do protesto por moradias populares, que começou no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo na Avenida Paulista.

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) estima que dez mil pessoas de 12 ocupações das zonas sul e norte da cidade participam da Marcha por Moradia Digna e Contra os Despejos. "A prefeitura não tem atendido as ocupações em situação de despejo, não tem apresentado alternativa habitacional e congelou o bolsa-aluguel [não estão sendo incluídos novos beneficiários]", explicou Guilherme Boulos, integrante do MTST.

Leia mais notícias em Brasil

A dona de casa Francisca Alves dos Santos, 55 anos participa do movimento para tentar se livrar do aluguel de R$ 600 que consome mais da metade do salário familiar de R$ 1 mil. "Sempre falta para outras coisas que são importantes também: alimentação, roupa", relatou. Situação parecida é vivida pela garçonete Rosália da Silva, 35 anos. "Pago R$ 350 de aluguel, mas recebo R$ 800", disse. Ela participa da ocupação Faixa de Gaza, no bairro Paraisopólis.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.