Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

SDH anuncia criação do Sistema Nacional de Indicadores em Direitos Humanos A intenção é facilitar a consulta e o uso desses dados tanto pelo governo quanto pela população

Agência Brasil

Publicação: 11/12/2013 19:31 Atualização:

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) anunciou nesta quarta-feira (11/12) a criação do Sistema Nacional de Indicadores em Direitos Humanos, um portal que vai reunir dados dos órgãos federais e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A intenção é facilitar a consulta e o uso desses dados tanto pelo governo quanto pela população.

O portal será lançado ainda neste ano e será mantido em parceria com a Controladoria-Geral da União e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). "Hoje o problema não é a falta de informação, é a falta de gestão e estratégia para encontrar essas informações e interpretá-las", disse o coordenador-geral de Informações e Indicadores em Direitos Humanos da SDH, Andrei Soares.

Ao participar do Fórum Mundial de Direitos Humanos, Soares lembrou que a demanda vem da sociedade civil e é antiga – desde 2007. O site começou a ser elaborado no ano passado. Segundo ele, os dados ajudam ao governo a tomar decisões mais inteligentes e evitar o desperdício de recursos. Além de disponibilizar os dados, Soares considera necessário capacitar a sociedade para usar tais informações. A pasta deve agir também neste sentido.

Leia mais notícias em Brasil

Soares disse que o portal vai ajudar também no cumprimento da Lei de Acesso à Informação. De maio de 2012, quando a lei entrou em vigor, até o dia de hoje, foram feitos 138.807 pedidos de informações no sistema eletrônico do Poder Executivo federal. Segundo a assessoria da CGU, 96% foram atendidos. Destes, 10% não ficaram satisfeitos e recorreram.

O Fórum Mundial de Direitos Humanos vai até sexta-feira (13/12), em Brasília. O encontro inclui conferências, debates temáticos e atividades que contarão com a presença de autoridades, intelectuais e profissionais reconhecidos internacionalmente. O objetivo é promover uma reflexão sobre o tema direitos humanos. O evento teve mais de 10 mil inscrições.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.