Brasil
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Governo envia medicamentos para municípios da Baixada Fluminense Ao todo, serão enviados 12 mil frascos de hipoclorito de sódio

Agência Brasil

Publicação: 11/12/2013 21:18 Atualização:

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro enviará medicamentos e folhetos informativos sobre a prevenção de doenças para os municípios de Nova Iguaçu, Queimados e Japeri, os mais atingidos na Baixada Fluminense pelas fortes chuvas que caem desde a chegada de uma frente fria ao estado, no início da noite de ontem (10).

Ao todo, serão enviados 12 mil frascos de hipoclorito de sódio, mil doses de vacina contra tétano e difteria, além de 9,3 mil folhetos informativos para prevenção de doenças, como leptospirose e dengue, entre outras ações.

Somente para o município de Nova Iguaçu, onde o prefeito Nelson Bornier decretou estado de calamidade e existem cerca de 2 mil desalojados e desabrigados, serão enviados kits de emergência, 6 mil frascos de hipoclorito de sódio e mil doses de vacina contra tétano e difteria.

Segundo as informações do Palácio Guanabara, cada kit tem capacidade para atender a 500 pessoas e contém medicamentos para a atenção básica, antibióticos, hipoclorito de sódio, ataduras, cateteres, luvas, máscaras descartáveis e seringas. Japeri e Queimados vão receber 3 mil frascos de hipoclorito de sódio, cada. Todas as três cidades receberão, também, materiais informativos.

Nos três municípios, a Secretaria de Saúde conta com um plano de contingência que inclui uma unidade de resposta rápida – dedicada a surtos e emergências – e ações de técnicos das vigilâncias epidemiológica, sanitária e ambiental, que atuam na contenção de doenças e na vistoria da qualidade da água nos locais atendidos.

A Secretaria Estadual de Saúde alerta para o fato de que enchentes causam doenças principalmente no período posterior às chuvas, a exemplo da leptospirose – transmitida quase sempre pela urina de rato e que tem alta taxa de letalidade, ocorrendo, geralmente, quando as pessoas começam a limpar suas casas e têm contato com a água e a lama contaminadas pela bactéria leptospira.
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: marcus vinicius reis apolinario
Já vi esta reportagem ano passado... Estamos em 2013??? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.