Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Emoção no último adeus ao rei do brega, cantor e compositor Reginaldo Rossi Cantor será velado até as 13h do sábado, quando o corpo segue para o Cemitério Morada da Paz

Diário de Pernambuco

Publicação: 20/12/2013 23:33 Atualização: 20/12/2013 23:38



A emoção dos fãs marca a despedida ao Rei do Brega, que é velado na noite desta sexta-feira (20), na Assembleia Legislativa de Pernambuco, no bairro da Boa Vista. Do lado de fora, a longa fila - que se formou desde as 14h - aglomera mais de uma centena de populares. Enquanto não entram para dar o último adeus ao ídolo, muitos cantam faixas imortalizadas por Reginaldo Rossi, como Garçom, A raposa e as uvas, As quatro estações.

O filho do cantor, Betinho Rossi, pediu aos fãs que não chorassem a morte do pai. "Prefiro que lembrem das coisas boas que ele deixou. O povo estava orando por ele e ele estava otimista. A primeira coisa que ele falou sobre o diagnóstico foi perguntar quando ele poderia subir ao palco de novo", desabafou.

Um dos irmãos do cantor, Fernando Beltrão, de 64 anos, disse que Reginaldo "era um cara fora de série. Muito especial". Segundo ele, a família tinha esperança que ele melhorasse. A esposa de Reginaldo Rossi, Celeide, está acompanhada do filho, Betinho Rossi.

O percussionista Naná Vasconcelos foi um dos primeiros artistas a chegar no velório do cantor pernambucano. Naná faz parte da legião de artistas que admiravam o Rei do Brega."Essa figura, essa personalidade, uma pessoa muito original. Ele nunca imitou ninguém. Conheci Reginaldo nos anos 1960. Somos da mesma geração. Perdemos um autêntico, um original. Alguém de uma generosidade imensa". O cantor Alcymar Monteiro também foi oferecer suas condolências à família.

MORTE
Reginaldo Rossi faleceu na manhã desta sexta-feira, em decorrência de falência múltipla dos órgãos. O velório segue até às 13h do sábado (21). A partir daí, apenas o corpo será transferido para o Cemitério Morada da Paz, onde será sepultado, às 20h. A cerimônia da tarde deste sábado será restrita para familiares e convidados.

O governador Eduardo Campos e o prefeito Geraldo Julio decretaram luto oficial de três dias no Recife e em Pernambuco. "Estamos todos tocados pelo desaparecimento do cantor Reginaldo Rossi. Uma pessoa que cantou a beleza do nosso Estado, que fez muito pela cultura pernambucana", afirmou Campos, por meio de nota à imprensa.



A presidente Dilma Rousseff foi outra personalidade política a se pronunciar. E o prefeito Geraldo Júlio também emitiu nota oficial: "Reginaldo Rossi foi um dos cantores que melhor retratou o sentimento de amor que o recifense tem pela sua cidade. Ele fez muitas músicas falando do Recife, apresentando a nossa cidade fora de Pernambuco; no Brasil e no mundo inteiro. Deixa um espaço aberto em nossa cultura, na nossa música. Reginaldo sempre será muito querido por todos os recifenses".  

 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.