Brasil
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma vai sobrevoar região de Vitória para ver os estragos da chuva Na véspera de Natal, a presidente vai sobrevoar algumas das áreas mais afetadas pelos temporais que atingem o Espírito Santo há uma semana. Seis pessoas morreram e milhares tiveram que deixar suas casas. Famosos usam a internet para pedir ajuda

Vinicius Doria -

Adriana Caitano

Publicação: 24/12/2013 07:00 Atualização:

No norte do estado, o Rio Doce transbordou. Em Linhares, muitas famílias estão isoladas (Wilton Júnior/GW2 Notícias/Agência O Globo)
No norte do estado, o Rio Doce transbordou. Em Linhares, muitas famílias estão isoladas


A presidente Dilma Rousseff vai ao Espírito Santo na manhã de hoje para ver os prejuízos causados pelas fortes chuvas que atingem o estado de forma ininterrupta há uma semana. Ela sobrevoará a região metropolitana de Vitória e o município de Santa Leopoldina, na região serrana, um dos mais afetados pelas enxurradas. Dilma estará acompanhada do ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, e deve se encontrar com o governador, Renato Casagrande, que decretou estado de emergência em todo o estado. Após fazer um pronunciamento no aeroporto da capital, ela volta para Brasília, onde passa a noite de Natal com a família, no Palácio da Alvorada. A decisão de ir à capital capixaba foi tomada no fim da manhã. À tarde, a própria presidente confirmou a viagem pelo Twitter. “Estamos mobilizados, junto com todo o Brasil, para ajudar os mais de 40 mil desabrigados. Embarco amanhã (hoje) para o Espírito Santo para avaliar como poderemos ajudar ainda mais”, disse.

Segundo boletim divulgado no início da noite de ontem pela Defesa Civil capixaba, dos 78 municípios do estado, 50 foram afetados e seis pessoas morreram. A última morte, registrada na manhã de ontem, em Itaguaçu (região noroeste), foi de uma mulher de 50 anos que estava em casa quando o barranco que fica nos fundos do terreno cedeu e destruiu parte da residência. No município, um dos mais atingidos da região, cerca de mil moradores foram obrigados a sair de casa. Linhares e Colatina também estão em estado de emergência, por causa do transbordamento do Rio Doce. Em alguns locais, o nível do rio está 5 metros acima do normal.

A Secretaria Nacional de Defesa Civil também está enviando alertas de risco muito alto de inundação e de deslizamento de terra na região serrana. Parte da cidade de Santa Maria de Jetibá está alagada e 400 pessoas tiveram que deixar suas casas.A região metropolitana de Vitória também está sendo severamente afetada pelos temporais. Ontem, o prefeito de Vila Velha, Rodney Miranda, decretou estado de emergência no município. Ele estava nos Estados Unidos, de férias, mas teve que interromper a viagem após receber inúmeras críticas de moradores, por meio das redes sociais. Ao desembarcar, ele disse que “sacrificou a família, mais uma vez”. No município de Serra, cerca de 150 pessoas tiveram que ser retiradas de casa por causa do risco de rompimento de um dique irregular construído em um terreno privado. Na capital, cinco casas desabaram na noite de domingo.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Tags:

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: José Morais
Leva o Renan também, com os fios de cabelos implantados, e aproveita e exonera ele docargo público | Denuncie |

Autor: CLEITON PEREIRA DA SILVA
se fosse em época de eleição ela andaria no local e de perto veria o que é sofrer.É ASSIM UM PAIS DOS IMPOSTOS e o povo ainda paga com falta de tudo.O povo não pode virar refem dos cartões é preciso industrializar mais o país para gerar empregos-O povo precisa reagir e mudar essa politica corrupta. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.