Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Chuvas em Minas Gerais já deixam 18 mortos; maioria vítima de deslizamentos Mais de 3 mil pessoas ficaram desalojadas e pelo menos seis mil casas foram danificadas pelo período chuvoso no Estado

Alessandra Alves

Publicação: 26/12/2013 08:47 Atualização:

Em Juiz de Fora, mais uma pessoa morreu em decorrência das fortes chuvas no Estado. Maria Conceição Aparecida do Nascimento, de 56 anos, estava em casa, na noite de quarta-feira, quando um deslizamento de encosta atingiu parte da residência e a deixou soterrada. O corpo da mulher foi encontrado somente na manhã desta quinta-feira, pelo Corpo de Bombeiros. Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), esta é a décima oitava vítima das chuvas no Estado.

Em Minas Gerais, a maioria das mortes foi causada por deslizamentos de terra, como no caso de Sardoá, no Vale do Rio Doce, onde seis pessoas da mesma família morreram soterradas. O corpo da criança de sete anos, que estava desaparecido há sete dias, foi encontrado somente na última terça-feira. Em Governador Valadares, duas crianças também perderam as vidas quando a casa em que estavam desabou.

Em Belo Horizonte, um homem morreu afogado dentro do próprio carro na Av. Cristiano Machado, na segunda-feira. Em Francisco Sá, na Região Norte de Minas, Jancer Fabiano Ruas de Abreu, de 30 anos, morreu ao tentar atravessar um córrego. Ele foi arrastado pela correnteza.

Leia mais notícias de Brasil

O período chuvoso em Minas Gerais deixou mais de 3 mil pessoas desalojadas e 744 desabrigadas. Pelo menos seis mil casas foram danificadas e 67 destruídas. Dos 79 municípios afetados, 26 decretaram situação de emergência.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.