Brasil
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Lei proíbe fabricação e comercialização de produtos que imitem cigarros A lei foi publicada na edição desta sexta-feira (27) do Diário Oficial da União e entra em vigor em 180 dias

Agência Brasil

Publicação: 27/12/2013 10:58 Atualização:

A presidenta Dilma Rousseff sancionou sem vetos a Lei 12.921/13 que proíbe a fabricação, comercialização, distribuição e a propaganda de produtos nacionais e importados, de qualquer natureza, que imitem a forma de cigarros ou similares destinadas ao público infantojuvenil.

A lei, publicada na edição desta sexta-feira (27) do Diário Oficial da União, entra em vigor em 180 dias e prevê multa de R$10 por produto apreendido. Em caso de reincidência o valor será dobrado.

Normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já estabelecem restrições a produtos que imitem cigarros, mas até agora, as limitações eram apenas para alimentos.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Antonio Silva
Enquanto nos EUA o cigarro eletrônico é usado por pessoas que tentam parar de fumar, no Brasil é proibido. Mais uma dessas restrições da Anvisa, com motivos espúrios, e incentivando o contrabando. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.