Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Prefeito de Ubá decreta luto oficial de três dias pela morte de Nelson Ned O cantor, de 66 anos, morreu na manhã domingo em decorrência de uma pneumonia. O corpo foi velado e cremado no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra

Luana Cruz

Publicação: 06/01/2014 14:57 Atualização:

 (Tulio Santos/EM/D.A Press)

O prefeito de Ubá, na Zona da Mata de Minas Gerais, decretou luto oficial no município por três dias pelo falecimento do cantor e compositor mineiro Nelson Ned. Em nota, Vadinho Baião (PT) declarou: “Ubá, a Cidade Carinho, ora e chora pelo passamento de seu filho ilustre Nelson Ned. Que Deus o acolha no seu Reino e o recompense pelo imenso talento que nos foi legado".

O cantor, de 66 anos, morreu na manhã domingo em decorrência de uma pneumonia. Segundo a assessoria de imprensa do Hospital Regional de Cotia, no interior de São Paulo, Ned deu entrada na unidade na tarde de sábado já com quadro grave de pneumonia. O artista também era diabético. Ainda segundo a assessoria do hospital, durante a madrugada o quadro de saúde acabou piorando e ele morreu no início da manhã.

Leia mais notícias em Brasil

O corpo do artista foi velado e cremado no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo Durante a tarde, familiares e amigos, entre eles atores e cantores, estiveram na capela do local para prestarem as últimas homenagens ao cantor.

Nascido em Ubá, na Zona da Mata Mineira, Nelson Ned começou a se apresentar na década de 1960. O maior sucesso de sua carreira é a música 'Tudo Passará', que foi regravada pelo menos 40 vezes. (Cantor conquistou mercado internacional). Nos últimos anos, o cantor se dedicou à música gospel até que em 2003 ele sofreu um acidente vascular cerebral (AVC). Por causa do problema de saúde, que além de afetar sua voz, o deixou em uma cadeira de rodas, o cantor se afastou do meio musical e da mídia. Desde então, ele morava em uma residência assistida em São Paulo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas