Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Comunidade do Metrô-Mangueira será cadastrada no Minha Casa, Minha Vida A favela será demolida para a instalação no local de um polo automotivo. Antes, a administração municipal tinha anunciado que eles iriam para um abrigo

Agência Brasil

Publicação: 09/01/2014 20:43 Atualização: 09/01/2014 20:49

Rio de Janeiro – Os atuais moradores da comunidade Metrô-Mangueira, na zona norte do Rio, vão ser cadastrados para receber um aluguel social até serem realocados para imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida. A favela será demolida para a instalação no local de um polo automotivo. Antes, a administração municipal tinha anunciado que eles iriam para um abrigo.

A decisão foi tomada em uma reunião, nesta quinta-feira (9/1) à tarde, entre representantes da Secretaria Municipal de Habitação e da subprefeitura, da Defensoria Pública, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e das famílias que se instalaram na comunidade após o primeiro levantamento feito pela prefeitura que reassentou várias famílias do local em habitações do Minha Casa, Minha Vida.

Leia mais notícias em Brasil

A demolição dos imóveis feita pela Subprefeitura da Zona Norte, que iniciou na terça-feira (7/1), foi acompanhada por agentes da Guarda Municipal e policiais militares. Os moradores chegaram a protestar contra a demolição. Eles tentaram impedir a derrubada das casas e interromperam o trânsito na Avenida Radial Oeste, perto do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã. Para garantir o trabalho da subprefeitura, Polícia Militar montou um esquema de segurança no local.

O projeto de reassentamento das 662 famílias começou em 2010. Segundo a prefeitura, todas as famílias viviam em condições insalubres e precárias. Os primeiros moradores foram transferidos para imóveis dos condomínios Mangueira 1 e Mangueira 2, que fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida. A remoção terminou em dezembro de 2013, quando as últimas famílias receberam imóveis no Bairro Carioca, em Triagem, também zona norte do Rio.

Após a demolição de todos os imóveis da comunidade, a prefeitura vai construir no terreno o Polo Automotivo Mangueira que, além de atividades comerciais e serviços para o setor, vai incentivar a geração emprego e renda para a população local. A prefeitura informou ainda que o polo terá também um parque com ciclovia, área Infantil, academia para idosos e pista de skate. Também serão plantadas 400 árvores. A intenção da administração municipal é beneficiar moradores do entorno do Morro da Mangueira.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas