Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ex-chefe do tráfico da Mangueira é transferido para o presídio de Bangu 1 Polegar comandava o tráfico de drogas no Morro da Mangueira e ficou conhecido por uma das ações mais ousadas do crime organizado no Rio

Agência Brasil

Publicação: 10/01/2014 22:56 Atualização:

Rio de Janeiro - O traficante Alexander Mendes da Silva, conhecido como Polegar, será transferido hoje (10) da penitenciária federal de segurança máxima em Porto Velho (RO) para o presídio de segurança máxima Bangu 1, no Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio. A informação é da Secretaria Estadual de Admistração Penitenciária (Seap).

Polegar comandava o tráfico de drogas no Morro da Mangueira e ficou conhecido por uma das ações mais ousadas do crime organizado no Rio. Em 2001, ele usou um caminhão para arrebentar a parede da sede da Polícia Interestadual (Polinter), na zona portuária, e libertar 14 presos, da mesma facção criminosa a que ele pertence.

Em 2003, quando estava preso no presídio de segurança máxima de Bangu 3, Polegar foi um dos traficantes que prestou depoimento à Comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro que investigou denúncias de ligação do então secretário estadual de Esportes e Lazer, Francisco de Carvalho com traficantes.

Em 2010, Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou à 2ª Vara Criminal de Santa Cruz Polegar e mais sete pessoas acusados de lavagem de dinheiro proveniente da venda de drogas. O traficante já foi condenado por outras quatro varas criminais do estado e fugiu da cadeia, em 2009, depois de passar para o regime semiaberto.

Polegar foi preso no Paraguai durante uma operação da Secretaria Nacional Antidrogras daquele país, em outubro de 2011. Ele foi encontrado na região de Pedro Juan Caballero com documentos falsos, no momento em que comprava um carro de luxo.

O traficante está condenado a 22 anos de prisão por tráfico e associação para o tráfico e, devido a sua liderança no tráfico de drogas no Rio, o governo do estado pediu ao Ministério da Justiça sua transferência para um presídio federal de segurança máxima fora do estado.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária informa que, quando Alexander Mendes da Silva ingressar no sistema penitenciário fluminense, ele ficará acautelado na Penitenciária Laércio da Costa Pelegrino (Bangu 1). A transferência foi concedida por decisão judicial.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas