Noite e madrugada violenta deixa pelo menos 13 pessoas mortas em Campinas - Brasil - Correio Braziliense
Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Noite e madrugada violenta deixa pelo menos 13 pessoas mortas em Campinas Todas as mortes ocorreram na região de Ouro Verde, periferia de Campinas. Os crimes serão investigados pelo 9º Distrito Policial

Publicação: 13/01/2014 10:34 Atualização: 13/01/2014 11:10

Pelo menos 13 pessoas forma mortas entre a noite de domingo (12/1) e a madrugada desta segunda-feira (13/1) em bairros da periferia de Campinas (SP), de acordo com a Polícia Civil. Todas as mortes ocorreram na região de Ouro verde, uma das mais populares da cidade. A polícia investiga se há ligação entre as mortes.

A primeira morte ocorreu no Residencial Sírios; quatro mortes foram registradas no Jardim Shangai; seis pessoas morreram no Vida Nova; uma morte ocorreu no Vista Alegre e a outra no Jardim Florence. Até o momento, não há informações sobre a relação dos crimes e ninguém foi preso.

Leia mais notícias em Brasil

Todas as vítimas já foram identificadas, mas não tiveram os nomes divulgados, e os corpos foram levados para o Instituto Médico-Legal. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, quatro vítimas foram socorridas, inicialmente, no Hospital do Ouro Verde. Depois, foram transferidas para o Hospital Celso Pierro, que não divulgou informações sobre os pacientes.

O caso foi registrado no 1º Distrito Policial e será levado para o 9º Distrito, onde o caso será investigado. O delegado responsável pelas investigações vai conceder uma entrevista coletiva para dar mais informações.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas