Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Criança vítima de ataques a ônibus em São Luís recebe alta de hospital Lorane Beatriz, de 1 ano e 6 meses sofreu lesões nas pernas e em uma das mãos

Agência Brasil

Publicação: 15/01/2014 19:03 Atualização:

Uma das vítimas dos ataques a ônibus no Maranhão, Lorane Beatriz, de 1 ano e 6 meses, recebeu alta hoje. Ela sofreu lesões nas pernas e em uma das mãos. Estava internada no Hospital Estadual Infantil Juvêncio Matos, em São Luís. Nesta quarta-feira (15/1), pela manhã, Lorane fez o último curativo cirúrgico e foi liberada pela equipe médica.

Abyancy Silva Santos, outra vítima do atentado, segue internada no Hospital Geral do Maranhão, também em São Luís. Ela poderia ter alta nesta semana, mas a equipe médica entendeu que são necessários mais curativos cirúrgicos. Abyancy teve 10% do corpo queimado, mas não corre risco de morte. A nova previsão de alta é para o início da próxima semana.

Leia mais notícias em Brasil


Os pacientes transferidos para outros estados seguem em estado grave. Na segunda-feira (13/1), Márcio Ronny da Cruz foi transferido para o Hospital de Queimaduras de Goiânia. Ele teve 72% do corpo queimado. De acordo com boletim médico, sofre insuficiência respiratória, e necessita da ajuda de aparelhos. Márcio será submetido a cirurgia para retirada parcial do tecido necrótico das queimaduras. O boletim não especifica a data do procedimento.

A paciente internada no Hospital Regional da Asa Norte, em Brasília, Juliane Carvalho Santos, foi submetida ao terceiro desbridamento cirúrgico (retirada do tecido morto na pele) e respira de forma espontânea com o auxílio de máscara de oxigênio, sem a necessidade de assistência ventilatória. As funções cardíaca, pulmonar e respiratória estão mantidas.

O boletim médico diz que a equipe médica aguarda exames laboratoriais de pós-operatório e raio X para avaliação. A paciente deverá passar por novos desbridamentos nos próximos dias. Juliane é mãe Lorane, que saiu do hospital hoje, e de Ana Clara, de 6 anos, que não sobreviveu às queimaduras.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas