Brasil
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Caminhão de matrícula brasileira bate em ônibus mata 19 na Argentina O caminhão tinha matrícula brasileira e trafegava na contramão quando colidiu com o ônibus que levava 28 passageiros e dois motoristas

Agência Brasil

Publicação: 08/02/2014 13:23 Atualização: 08/02/2014 21:37

Buenos Aires - Um choque entre um ônibus de passageiros e um caminhão que circulava na contramão deixou 19 mortos na Argentina, três deles alemães, anunciaram neste sábado autoridades da província de Mendoza. O acidente aconteceu na tarde de ontem, nos arredores da localidade de San Martín, a mil quilômetros de Buenos Aires.

"Muitos corpos estavam carbonizados, e se desmembraram de forma que apenas um exame de DNA poderá nos ajudar", descreveu uma fonte da promotoria, que pediu para não ter a identidade revelada.

Entre as vítimas identificadas estão três mulheres de nacionalidade alemã e um quarto passageiro, que as acompanhava, também alemão. Ele foi "internado em estado grave, com traumatismo craniano, e operado ontem por conta de uma fratura de tíbia e fíbula", informou o ministro da Saúde de Mendoza, Matías Roby.

O caminhão, de placa brasileira e carregado de alho, trafegava em uma rodovia nacional na contramão, em alta velocidade, e era seguido pela polícia, que tentava pará-lo após ser alertada por outros motoristas.

Leia mais notícias em Brasil


O ônibus, de dois andares, da empresa Plusultra Mercosur, havia partido de Córdoba (centro) com destino a Mendoza, e, ao fazer uma ultrapassagem, chocou-se de frente com o caminhão, que circulava na contramão em um trecho de via dupla. Os dois veículos se incendiaram, e os sobreviventes escaparam pelas janelas.

"Trinta pessoas viajavam no ônibus, 28 passageiros e dois motoristas, mas este número pode ter sido alterado nas paradas, por conta de passageiros que embarcaram sem terem sido devidamente registrados", disse Roby. Dos 14 feridos, sete permaneciam internados em hospitais da região.

Testemunhas que viram o motorista do caminhão em paradas afirmaram que ele estava embriagado. "Isso é impossível de ser comprovado, devido ao estado do corpo, que foi carbonizado", assinalou o promotor Martín Scatareggi, confirmando que o caminhão fugiu de um controle alfandegário, alimentando a hipótese de que o veículo transportava carga ilegal.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Marcelo Ss
Brasileiro sempre cometendo crimes, são mais de 60 mil assassinatos por ano, sabe-se lá quantos milhares de estupros,corrupção. | Denuncie |

Autor: apolinario melo
aqui no brasil é normal matar no transito responde em liberdade e rindo os familiares dos mortos. | Denuncie |

Autor: apolinario melo
ele andava na cotra mão porque aqui no brasil é normal, matar no transito é normal e não é nem crime. o cara mata e sei vai pra casa dormir normalmente se muito for paga umas cestas básicas. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas