Brasil
  • (8) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Cinegrafista ferido em manifestação no Rio de Janeiro tem morte cerebral Santiago Andrade foi atingido na cabeça por um explosivo, quando fazia a cobertura de protesto contra aumento do preço das passagens de ônibus

Publicação: 10/02/2014 12:17 Atualização: 10/02/2014 13:04

O cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade, 49 anos, teve a morte cerebral constatada no começo da tarde desta segunda-feira (10/2). A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Santiago estava internado em estado grave no Hospital municipal Souza Aguiar, desde a quinta-feira (6/2).

O profissional foi atingido na cabeça por um explosivo, quando fazia a cobertura de manifestação contra o aumento do valor da passagem de ônibus, na última quinta-feira, próximo à Central do Brasil, no centro da capital fluminense. Ele teve afundamento do crânio e perdeu parte da orelha esquerda. A equipe médica o submeteu a uma cirurgia para diminuir a pressão craniana, assim que chegou ao hospital. No sábado, uma tomografia comprovou que a hemorragia havia sido controlada, mas o estado de saúde do cinegrafista piorou.

Cinegrafista foi atingido por morteiro: polícia ainda investiga responsáveis pelo crime (Agência O Globo)
Cinegrafista foi atingido por morteiro: polícia ainda investiga responsáveis pelo crime


Com mais de 20 anos de profissão, Andrade trabalhava há 10 anos na Rede Bandeirantes, onde participou de diversas reportagens sobre as dificuldades enfrentadas pelos usuários de transporte público. A cobertura jornalística lhe rendeu dois prêmios de Mobilidade Urbana, em 2010 e 2012, ao lado do repórter Alexandre Tortoriello. Santiago era casado e deixa quatro filhos.

Leia mais notícias em Brasil

Investigação

O momento em que o cinegrafista foi atingido pelo artefato foi registrado por outros profissionais da imprensa e câmeras de vigilância instaladas no Centro do Rio. Após a divulgação das imagens, o tatuador Fábio Raposo se apresentou na 17ª DP (São Cristovão), no sábado (8/2). Em depoimento, ele confirmou à polícia ter passado o rojão ao homem que acendeu o artefato que atingiu Andrade. No entanto, o rapaz disse que não conhecia o suspeito de lançar o rojão em meio ao tumulto.

Ainda sem identificar esse suspeito, a polícia apura se o rapaz que aparece nas imagens tem ligação com o deputado estadual Marcelo Freixo (PSol). À polícia, Marcelo Mattoso, estagiário do advogado que defende o suspeito já preso, Jonas Tadeu Nunes, disse que recebeu ligações da manifestante Elisa Quadros, apelidada de Sininho, nas quais ela teria dito que o suspeito conhece o parlamentar. Sininho, que também já foi presa em outro protesto no Rio, teria oferecido ajuda jurídica a Raposo.

O deputado, por sua vez, negou conhecer o homem que acendeu o rojão, em entrevista ao Fantástico. Ele confirma ter recebido ligações da ativista, mas diz que Sininho telefonou para solicitar ajuda ao rapaz por temer que Raposo pudesse ser torturado na prisão. “É uma das histórias mais absurdas que já vi. Primeiro quero dizer que sou radicalmente contra qualquer forma de violência, seja de manifestante, seja da polícia. (...) Não tenho a menor ideia de quem foi o responsável por aquela ação que vitimou o Santiago, que é uma pessoa conhecida e querida de nós”, disse Freixo. Já o delegado Maurício Luciano, que chamará Sininho para depoimento e não descarta intimar Freixo, afirma que ainda é necessário apurar a declaração do estagiário. “É muito prematuro fazer qualquer tipo de afirmação”, avaliou.

O advogado de Raposo confirma a ligação de Sininho. “Essa moça que eu não conheço perguntou meu nome. Eu dei o nome e ela alegou que estava ligando a mando do deputado e oferecendo uma equipe de criminalista para defender o rapaz, o Fábio. E que o outro menino também era companheiro dela”, afirmou Jonas Tadeu.
Tags:

Esta matéria tem: (8) comentários

Autor: Rosemberg de Oliveira Silva
Admiro o papel da imprensa , e espero que não se rendam assim como boa parte dos manifestantes aos desejos absurdos e impróprios dos políticos infiltrados nesses atos que estão conduzindo esse direito a rumos de violência e caos, com intuito de atacar seus adversários eleitorais antecipadamente. | Denuncie |

Autor: Rosemberg de Oliveira Silva
Imagino agora como a familia de Santiago esta nesse momento , prestigiando o bom e exemplar trabalho corriqueiro da policia do RJ e todas as suas truculências , quando na verdade se prende qualquer mascarado e diz ao mundo que seja o culpado simplesmente para abafar o caso, e o pior é que o povo crê. | Denuncie |

Autor: Rosemberg de Oliveira Silva
Realmente é lamentaval Caro Sr.José Ferreira, mas prender um militante quando na verdade a sua liderança continua solta não ira intimida atos como esses nem muito menos serveria de exemplo, a mídia esta conduzindo a crise da maneira que o ibope exige e há muita estrategia politica envolvida. | Denuncie |

Autor: eridan costa
Onde está os Direitos Himanos??? Estão protegendo os Black Blocs? Direitos Humanos só serve para Bandido, a população honesta que se F... | Denuncie |

Autor: Carla Carla
É lamentável a morte deste cinegrafista. Mas a vida dele não é mais ou menos valiosa que a de tantos cidadãos que já morreram nas ruas do país. Espero que a pena para os dois rapazes não fique acima daquelas aplicadas a bandidos e assassinos reincidentes... | Denuncie |

Autor: Roberto E Duardo
Será que um dia aparecerá alguém sem rabo preso pra pedir uma CPI que apure as mazelas da nossa imprensa? | Denuncie |

Autor: josé junior
O difícil é entender o quanto a imprensa ainda apoia essas "manifestações". Direito de manifestar? É brincadeira viu imprensa! | Denuncie |

Autor: José Ferreira Ferreira
É lamentável. Se esses arruaceiros/terroristas estivem presos desde as manifestações/quebra/quebra do ano passado, com certeza os outros iriam pensar duas vezes antes de cometer esses atos de terroristas. Mas não é assim, existem "juízes" que os soltam, através de um artíficio chamado habeas corpus. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas