Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Prefeito do Rio lembra limite entre liberdade de manifestação e abusos "A violência que tirou a vida do profissional da imprensa, no momento em que exercia sua função, representa um ataque à liberdade de informação e às instituições democráticas", afirmou Paes

Agência Brasil

Publicação: 10/02/2014 17:54 Atualização:

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, divulgou nota lamentando a morte do cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago Ilídio Andrade, de 49 anos, e se solidarizando com a família e os colegas do profissional da TV Bandeirantes. Santiago foi ferido quinta-feira (6/2) por um rojão, enquanto fazia a cobertura de uma manifestação contra o reajuste das passagens de ônibus, no centro da cidade.

"A violência que tirou a vida do profissional da imprensa, no momento em que exercia sua função, representa um ataque à liberdade de informação e às instituições democráticas”, afirmou Paes.

Leia mais notícias em Brasil

Ele disse esperar que a morte de Santiago ajude a sociedade a refletir sobre os limites entre o direito democrático de manifestação e a violência dos protestos. “O prefeito espera que a tragédia ajude a sociedade a refletir sobre os limites entre o direito democrático de manifestação e os abusos que culminam em atos de vandalismo e violência. Todo e qualquer tipo de violência é inaceitável e não deve ser tolerado”, acrescentou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas