Brasil
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Polícia divulga foto de suspeito de atirar rojão que matou cinegrafista O mandado de prisão por homicídio doloso qualificado por uso de explosivo foi expedido na noite dessa segunda-feira pela Justiça

Publicação: 11/02/2014 11:15 Atualização: 11/02/2014 12:34

 (Polícia Civil/Divulgação)

Os policiais da 17ª Delefacia de Polícia (São Cristóvão) fazem buscas em vários pontos do Rio de Janeiro para cumprir o mandado de prisão temporária contra Caio Silva de Souza, de 23 anos. De acordo com as investigações, ele é o responsável por lançar o rojão que matou o cinegrafista da Rede Bandeirantes Santiago Ilídio Andrade, de 49 anos.

O mandado de prisão por homicídio doloso qualificado por uso de explosivo foi expedido na noite dessa segunda-feira (10/2) pela Justiça.

Para identificar o homem, a polícia teve a ajuda de Fábio Raposo, coautor do crime, que alega ter encontrado o artefato no chão e entregado ao outro homem. A dupla será indiciada por homicídio qualificado e explosão e poderá pegar mais de 35 anos de prisão, caso condenada.

Leia mais notícias em Brasil

A morte cerebral do cinegrafista foi confirmada na tarde de ontem, pela Secretaria Municipal de Saúde. Ele foi ferido por um rojão durante protestos no Rio de Janeiro na quinta-feira (6/2).

Santiago teve afundamento do crânio e perdeu parte da orelha esquerda, foi submetido a uma cirurgia para diminuir a pressão craniana, assim que chegou ao hospital. No sábado, uma tomografia comprovou que a hemorragia havia sido controlada, mas o estado de saúde do cinegrafista piorou e ele acabou não resistindo.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Roberto Pinto
Com todo respeito, mas se tratava de uma tragédia anunciada, pois equipes de jornalismo no Brasil vão cobrir conflitos sem usar equipamentos de proteção como: capacetes, coletes a prova de balas entre outros, além de necessariamente não estarem devidamente uniformizados... É como o pedreiro que faz o | Denuncie |

Autor: aparecida gomes
As imagens que aparece os dois delinquentes andando um ao lado do outro percebe se que o tom de pele deles se assemelham, será que este negro do retrato falado é realmente o homem de camisa suada que acendeu o rojão que matou o cinegrafista. | Denuncie |

Autor: aparecida gomes
Eu acho que está havendo um equivoco, a pessoa de camisa suada parece ter pele clara e este retrato falado é de um negro, será que estou enganada? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas