Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Em evento nacional do MST, João Pedro Stédile defende reforma política Evento tem como lema Lutar, Construir Reforma Agrária Popular e reúne cerca de15 mil trabalhadores de diversos estados

Agência Brasil

Publicação: 11/02/2014 21:02 Atualização:

Ao discursar no 6° Congresso Nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), o dirigente do movimento, João Pedro Stédile, defendeu nesta terça-feira (11/2) a reforma política e criticou o agronegócio. O evento tem como lema Lutar, Construir Reforma Agrária Popular e reúne cerca de15 mil trabalhadores de diversos estados.

“Sem a democratização do Estado brasileiro, a reforma agrária popular continua bloqueada. Por isso, temos que nos engajar em uma Constituinte para mudar as regras políticas do país”, disse.

Segundo Stédile, é preciso fazer a reforma agrária de acordo com um modelo que, vá além da distribuição de terras, e abranja também o combate aos agrotóxicos e a produção agroecológica. “Não adianta pegar terra e imitar os fazendeiros. Temos que mudar a matriz produtiva, temos que desenvolver técnicas de produção da agroecologia que incorpore a mão de obra”, disse. Na avaliação do presidente do MST, o agronegócio não tem futuro porque depende apenas da taxa de lucro internacional.

Leia mais notícias em Brasil


Para Stédile, o governo tem a participação de diversos atores e isso prejudica a tomada de decisões. “É um governo de composição e lá dentro tem os banqueiros, tem os empresários, tem a classe média”. O dirigente do MST, no entanto, disse que também há defensores da reforma agrária. “Mas é um governo de composição, de forças antagônicas e em um governo assim é difícil avançar”, disse.

O congresso do MST vai até a próxima sexta-feira (14) e marca também os 30 anos de criação do movimento. O principal objetivo do evento é discutir e fazer um balanço da atual situação do movimento, traçar novas formas de luta pela terra, reforma agrária e transformações sociais, de acordo com o MST.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas