Brasil
  • (5) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Advogado de defesa diz que jovem que soltou rojão foi aliciado Caio Silva de Souza foi preso em Feira de Santana, na Bahia, nesta quarta-feira

Publicação: 12/02/2014 10:03 Atualização: 12/02/2014 10:21

O suspeito chegou no Rio de Janeiro na manhã desta quarta-feira
O suspeito chegou no Rio de Janeiro na manhã desta quarta-feira

O advogado de Caio Silva de Souza, de 23 anos, suspeito de soltar o rojão que matou o cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, afirmou em entrevista à Tv Globo que o jovem foi manipulado, contudo, o defensor Jonas Tadeu não citou nomes. "Aquele rojão foi entregue indiretamente por quem manipula esses garotos", disse.

Leia mais notícias em Brasil

Caio Silva de Souza foi preso em Feira de Santana, na Bahia, por policiais da Delegacia de São Cristóvão, que investiga o caso. Ele estava em uma pousada da cidade baiana e não reagiu à prisão. Um mandado de prisão havia sido expedido na última segunda-feira (10) pela Justiça fluminense, pelo crime de homicídio doloso qualificado por uso de explosivo.

Os policiais buscavam Caio desde ontem. Durante as buscas dessa terça-feira, ele não foi encontrado em sua casa na Baixada Fluminense. Caio Souza foi apontado pelo tatuador Fábio Raposo como o responsável por acender o artefato que provocou a morte do cinegrafista. Raposo está preso e confessou ter entregado o explosivo.

Com informações da Agência Brasil
Tags:

Esta matéria tem: (5) comentários

Autor: filomena rocha
Como pode alguem defender alguem que mata outro durante um protesto? Nao importa se a manifestacao e' certa ou errada, ninguem pode usa-la como desculpa para matar, destruir propriedades e badernar. Quem justifica nao e' mais do que outro criminoso. | Denuncie |

Autor: João Neto
Ele foi manipulado é???? "Tadinho" dele!! 23 anos, é uma criancinha! Já vi muitos jovens serem manipulados para o mundo do crime! Mas quando se tenta manipular para estudar e trabalhar, esses jovens sempre dizem que não são "maria vai com as outras!" | Denuncie |

Autor: Roberto de Paula das Chagas
Sou inocente! Não queria matar o cinegrafista. Certo. Como de costume apenas tentei contra um policial. Dá Nada. | Denuncie |

Autor: francisco de assis silva
Como pode crucificar um jovem que protesta contra as injustiças e desmandos do governo brasileiro e esquecerem o motivo principal da manifestação. | Denuncie |

Autor: raimundo perna
Qualquer vida é importante,tanto a do cinegrafista ,quanto a do jovem que a polícia quase matou.A diferença está sutilmente arquitetada:o cinegrafista foi atingido por um artefato que não tem a precisão para que ser considerado como crime doloso qualificado,já o outro ,atingido no peito,nos testícul. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas