Brasil
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Campanha "Bebeu, perdeu" alerta jovens para consumo de álcool no carnaval Com o mote %u201CBebeu, perdeu%u201D, a iniciativa também visa a sensibilizar os comerciantes a não vender o produto para crianças e jovens

Agência Brasil

Publicação: 24/02/2014 18:28 Atualização:

Com a proximidade do carnaval, quando aumenta o consumo de bebidas alcoólicas, o Ministério da Justiça lançou nesta segunda-feira (24/2) uma campanha para conscientizar quem tem menos de 18 anos sobre os malefícios do álcool. Com o mote “Bebeu, perdeu”, a iniciativa também visa a sensibilizar os comerciantes a não vender o produto para crianças e jovens - prática criminosa que, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) pode ser punida com até quatro anos de prisão e multa.

Cinco vídeos publicitários apresentando jovens em situações vexaminosas devido ao consumo de álcool (ressaca, desmaio, mal-estar, entre outras situações que impede o jovem de aproveitar o carnaval) já disponíveis no canal do ministério no YouTube vão ser exibidos em salas de cinema de cinco cidades com forte tradição de carnaval de rua - Belo Horizonte, Ouro Preto (MG), Recife, Rio de Janeiro, Salvador - onde também serão divulgados outdoors e painéis alusivos à campanha.

A estratégia de comunicação foi elaborada a partir dos resultados de uma pesquisa encomendada à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Segundo o estudo, feito em 2010, 60% dos jovens estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e do 1º ao 3º ano do ensino médio, de escolas públicas e particulares, responderam já ter consumido álcool ao menos uma vez na vida. Desses, 15,4% tinham entre 10 e 12 anos, e 43,6% entre 13 e 15 anos.

Leia mais notícias em Brasil


"A questão do [consumo] de álcool é delicada. Na adolescência, então, é delicadíssima. Por isso fazemos um apelo a todos os comerciantes para que cumpram a lei e não vendam álcool a menores de 18 anos. Apelamos aos gestores locais para que se empenhem na fiscalização e, evidentemente, aos adolescentes, para que percebam que a vida pode ser curtida com muita alegria e felicidade sem o consumo de álcool", disse o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

De acordo com o secretário nacional de Política sobre Drogas, Vitore Maximiano, os dados sobre o consumo de álcool por menores de 18 anos é preocupante, principalmente porque, embora a pesquisa da Unifesp não aponte, sabe-se que muitos desses jovens têm acesso à bebida no ambiente doméstico, na companhia de parentes.

"Há casos de o álcool ser oferecido pela própria família, o que acaba estimulando o consumo. Isso nos preocupa muitíssimo", disse o secretário. Ele informou que a secretaria oferece a educadores de todo o país um curso de capacitação para que os profissionais saibam identificar e lidar com essa situação. As inscrições para as novas turmas estão abertas até a próxima sexta-feira. Estão sendo oferecidas 100 mil vagas em todo o Brasil e os cursos são ministrados por algumas das principais instituições universitárias do país. Os interessados podem ter mais informações na secretaria, pelo telefone (61) 2025.7200 ou pelo site www.senad.gov.br.

O custo de produção dos cinco vídeos institucionais e de veiculação de todas as peças publicitárias, incluindo outdoors e painéis, alcançou R$ 5 milhões. Nas emissoras de TV comerciais, no entanto, os vídeos serão exibidos como propaganda institucional gratuita.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: GILMAR PEREIRA
QUE TAL COLOCAR OS CARROS E PESSOAS ACIDENTADOS NAS LATAS DE CERVEJA E PINGA . | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.