Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mestre da guitarra, Armandinho Macedo agita a galera em Salvador

Irlam Rocha Lima

Publicação: 04/03/2014 06:55 Atualização: 03/03/2014 23:12

Armandinho, à frente do trio Dodô e Osmar: meio século de carnaval (Facebook/Reprodução)
Armandinho, à frente do trio Dodô e Osmar: meio século de carnaval
Salvador
— Nem Ivete Sangalo nem Daniela Mercury nem Chiclete com Banana. O artista com mais representatividade no carnaval de Salvador é Armandinho Macedo. O cantor, compositor e guitarrista celebra 50 anos de folia. À frente do trio Dodô e Osmar — os criadores do trio elétrico —, ele mantém viva a tradição dos frevos baianos. “No começo, aos 10 anos de idade, o começo de tudo foi em um trio-mirim, que saía no bairro da Ribeira, onde morávamos. Mas acabei tocando na avenida em meio a trios maiores”, conta.

Leia mais notícias em Brasil

Outra marca que ele mantém viva é da Fobica, veículo criado por seu pai, Osmar Macedo, e Antonio Adolfo, o Dodô, em 1950. Este ano, o trio elétrico em que ele e os irmãos Haroudo e André, além do primo Betinho, desfilaram era uma Reprodução da Fobica.

Armandinho costuma encantar a quem o ouve, desde executando eternas canções dos Beatles até o Bolero de Ravel, além de choros de Jacó do Bandolim e composições autorais. Entre a década de 1970 e a de1980, ele integrou a banda pop A cor do som, gravando e lançando muitos discos, em que exibe virtuosismo e versatilidade.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas