Brasil
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Prefeito do Rio é multado após atirar lixo durante encontro político A atitude de Eduardo Paes foi flagrada em um vídeo que circula na internet. O prefeito, contudo, não admitiu ter jogado o material no chão

Publicação: 07/03/2014 12:33 Atualização: 07/03/2014 14:22

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, foi flagrado em um vídeo jogando restos de fruta para o lado, durante um encontro político. Nas imagens, não é possível ver onde o lixo caiu. De aocordo com a prefeirura do RJ, o prefeito acredita que tenha lançado o "resto de fruta na direção de uma lixeira mais afastada, ou para que um dos assessores fizesse o descarte em local adequado".


                                                                  Veja o vídeo:
                                                                    



Como não se lembra do que ocorreu, Paes determinou que a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) emita uma multa a ele mesmo, como determina a medidaa, dotada desde agosto do ano passado no estado, que prevê multas para o carioca flagrado jogando lixo nas ruas. As multas variam entre R$ 157 e R$ 3 mil, dependendo do tamanho do produto que foi descartado.

A Comlurb informou que atendeu a solicitação do prefeito e emitiu, nessa quinta-feira (6/3), a multa no valor de R$ 157. Paes tem até 10 de abril para efetuar o pagamento.

Leia mais notícias em Brasil

Confira a nota da prefeitura do Rio de Janeiro na íntegra:

"O Prefeito Eduardo Paes não joga lixo no chão. Esse é, inclusive, um hábito que vem sendo combatido pela prefeitura, durante sua gestão. No entanto, o prefeito não se lembra de detalhes do episódio. O vídeo em questão, efetivamente, não mostra Paes jogando ao chão um pedaço de fruta. Mas ele acredita que, conforme o próprio vídeo indica, tenha lançado o resto de fruta na direção de uma lixeira mais afastada, ou para que um de seus assessores fizesse o descarte em local adequado. Na dúvida, já que o prefeito não se lembra do ocorrido, determinou que a Comlurb emita uma multa a ele próprio, e pede desculpas por um eventual equívoco."

Lixo no chão em meio a greve
 

Além de levantar a discussão sobre as multas aplicadas ao cidadão, a atitude do prefeito revoltou a população do Rio de Janeiro que têm sofrido com a greve dos garis, iniciada no início de março. Com os braços cruzados, os trabalhadores marcaram uma manifestação para manhã desta sexta-feira (7/3), em frente à sede da prefeitura. Segundo a Comlurb, não há mais possibilidade de negociação com os grevistas. Os que voltaram ao trabalho tiveram as faltas abonadas e as demissões anunciadas foram revogadas.

De acordo com o presidente da Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio (Comlurb), Vinícius Roriz, a greve afetou praticamente um terço da força de trabalho operacional de limpeza urbana. Dos 4 mil garis que trabalham nas ruas da capital fluminense, 65% estão trabalhando, 35% pararam, direta ou indiretamente, por defender a greve, por serem intimidados pelos grevistas ou por fazer a chamada greve branca, indo ao trabalho, mas não saindo às ruas.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: ednilson souza
Ante tal fato, só me resta KKKK KKKK KKKK KKKK KKKK!!! Esses "polixos"! Alegar que "tenha lançado o resto de fruta na direção de uma lixeira 'mais afastada'" é tentativa de agressão a nossa inteligência. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas