Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Polícia ocupa comunidade do Rio de Janeiro para instalar 38ª UPP A operação conta com a participação de 270 homens de seis batalhões

Agência Brasil

Publicação: 13/03/2014 07:52 Atualização: 13/03/2014 08:22

A polícia pede a ajuda dos moradores, para que colaborem com os agentes e andem com documentos de identificação (Fernando Frazão/Agência Brasil)
A polícia pede a ajuda dos moradores, para que colaborem com os agentes e andem com documentos de identificação

Policiais militares ocuparam, no início da manhã desta quinta-feira (13/3) a comunidade da Vila Kennedy, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. A operação, que conta com a participação de 270 homens de seis batalhões, tem por objetivo preparar o terreno para instalar a 38ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do estado.

Segundo a Secretaria de Segurança, não houve confrontos e a comunidade foi ocupada em apenas 20 minutos. Neste momento, policiais militares estão dentro da comunidade, em busca de armas, drogas e suspeitos. Uma central móvel de identificação de pessoas da Polícia Civil foi montada no local.

Leia mais notícias em Brasil

A polícia pede a ajuda dos moradores, para que colaborem com os agentes e andem com documentos de identificação. Denúncias sobre armas, drogas e criminosos podem ser feitas para os telefones do Disque-Denúncia (2253-1177) e dos batalhões de Choque (2332-8486) e de Operações Especiais (2334-3983).

Denúncias sobre abusos policiais podem ser feitas à Ouvidoria da Polícia (3399-1199) e à Corregedoria da Polícia Militar (2332-2341).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas