Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Crianças fazem protesto em luto pela morte de colegas atropelados O motorista Dimas Vitalino do Carmo, 57 anos, fugiu logo após o acidente como medo de ser linchado

Agência Brasil

Publicação: 25/03/2014 14:40 Atualização:

Crianças uniformizadas fizeram um protesto nesta terça-feira (25/3) em Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro, em luto pela morte de três colegas atropeladas ontem (24/3) por um ônibus. O secretário municipal de Transporte do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, informou que técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (SET), estão hoje na Estrada do Mato Alto, onde ocorreu o acidente, fazendo um levantamento da via e verificando o funcionamento das lombadas eletrônicas.

“Para que tenhamos um raio-x de toda a situação viária da região e tomar - se for necessário, medidas adicionais para garantir a segurança viária e reduzir os acidente nas região”, disse ele. Os enterros de Melyssa Farias, de 11 anos, Mariana Ferreira Augusto, de 10 e Érica Macedo dos Santos, de 6 anos, estão marcados para esta tarde. Além das três mortes, outras três pessoas ficaram feridas no atropelamento.

leia mais notícias em Brasil

O motorista Dimas Vitalino do Carmo, 57 anos, fugiu logo após o acidente como medo de ser linchado. À noite, Vitalino do Carmos foi preso e, após pagar fiança de um salário mínimo, foi liberado pela Polícia. O delegado responsável pelo caso, Roberto Cardoso, da 43ª Delegacia de Polícia, disse que o motorista vai responder por três homicídios culposos e três lesões corporais culposas. Ele acrescentou que Vitalino não tem antecedentes criminais ou pontuação na carteira de motorista, não estava embriagado e trabalha na mesma empresa há 24 anos, não havendo, por isso, a necessidade de mantê-lo preso.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que Marcos Vinícius Farias, 5 anos, um dos feridos que estava hospitalizado já foi liberado. Teresa Nunes Crispi, de 55 anos, permanece internada no Hospital Rocha Faria, Campo Grande, na zona oeste. Estefany Macedo dos Santos, 4 anos, permanece internada em estado grave no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Ontem, moradores fecharam a Estrada do Mato Alto e protestaram contra a falta de segurança e fiscalização nas vias do bairro.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas