Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ônibus e carro são incendiados em protesto no Rio de Janeiro Na correria, um grupo ateou fogo nos veículos, virou caçambas de lixo e fechou as pistas

Agência Brasil

Publicação: 26/03/2014 20:09 Atualização:

Três ônibus e um carro foram incendiados no final da tarde desta quarta-feira (26/3) na Rua Cândido Benício, próximo à Praça Seca, em Jacarepaguá, zona oeste da cidade. Segundo a Polícia Militar, cerca de 100 pessoas iniciaram um protesto após a prisão de um morador do Morro São José Operário, que fica nas imediações.

Houve confronto entra a polícia e os manifestantes. Na correria, um grupo ateou fogo nos veículos, virou caçambas de lixo e fechou as pistas. O trânsito na rua ficou totalmente interditado por mais de duas horas, até que a situação fosse controlada.

Policiais do 9º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento da área, reagiram com bombas de efeito moral para dispersar os manifestantes. Bombeiros do quartel de Campinho foram acionados, mas ao chegarem no local, os ônibus e o carro já estavam completamente destruídos pelas chamas. O fogo atingiu a rede elétrica e a região da Praça Seca está sem luz.

Leia mais notícias em Brasil

Por causa da confusão, todo o comércio da área fechou as portas e trabalhadores da obra da Transcarioca encerraram as tarefas mais cedo. O Centro de Operações da prefeitura do Rio informa que a rua está interditada nos dois sentidos e que os motoristas estão seguindo para Jacarepaguá, onde são desviados para a Estrada do Cafundá. No sentido Madureira, o desvio ocorre na Rua Capitão Menezes.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas