Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Justiça decreta prisão de nove suspeitos de ataques a polícia no Alemão Os suspeitos são investigados pelos atentados ocorridos em 28 e 31 de janeiro

Agência Brasil

Publicação: 28/03/2014 14:30 Atualização:

A Justiça do Rio decretou nesta sexta-feira (28/3) a prisão preventiva de nove suspeitos de atuação no Complexo do Alemão, na Penha, subúrbio da capital fluminense. Os homens eram investigados no inquérito que apurava os responsáveis por ataques à Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e também à Delegacia de Polícia do Complexo do Alemão (45a DP), ocorridos nos dias 28 e 31 de janeiro deste ano.

Os autores dos ataques foram identificados no inquérito instaurado pelo delegado Felipe Curi, responsável pelas investigações.

A decisão do juiz Alberto Salomão Júnior, diz "que os réus em liberdade continuarão a delinquir, pondo em risco a sociedade, que já se encontra saturada pelo elevado índice de criminalidade que assola este Estado". O magistrado acrecenta ainda que não se pode perder de vista que o crime tratado nos autos, mais precisamente tráfico e associação para o tráfico de drogas, é delito de alta gravidade e reprovabilidade.

Leia mais notícias em Brasil

"A jurisprudência do Supremo Tribunal Federal firmou-se no sentido de que, em casos como tais, a necessidade de interromper ou diminuir a atuação de integrantes de organização criminosa enquadra-se no conceito de garantia da ordem pública, constituindo fundamentação cautelar idônea e suficiente para a prisão preventiva", destacou o juiz na sua decisão.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas