Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Coletores de lixo em greve no ABC Paulista têm audiência de conciliação A maioria iniciou a paralisação no dia de ontem (31/3) e, em São Bernardo do Campo, no último dia 24

Agência Brasil

Publicação: 01/04/2014 14:31 Atualização:

Em duas audiências de conciliação marcadas para a tarde de hoje (1º/4) no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), os coletores de lixo de seis cidades da região do ABC Paulista (São Bernardo do Campo, Mauá, Diadema, São Caetano, Santo André e Ribeirão Pires), esperam que os patrões voltem atrás na decisão de limitar o aumento salarial em 10% e aceitem pagar o percentual de correção de 15,39% pretendido pela categoria.

Por determinação judicial, os coletores estão mantendo 50% dos serviços. A maioria iniciou a paralisação no dia de ontem (31/3) e, em São Bernardo do Campo, no último dia 24. Segundo o Sindicato dos Empregados em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio e Conservação, Limpeza Urbana e Manutenção de Áreas Verdes Públicas e Privadas (Siemaco-ABC), as negociações envolvem entre 2,5 mil e 2,6 mil empregados. O piso salarial desses trabalhadores está em R$ 1.013,00, mais 40% a título de insalubridade e R$ 483,00, referente ao tíquete-alimentação.

Leia mais notícias em Brasil

De acordo com a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade), o número de habitantes nas cidades onde foi decretada greve soma mais de 2,5 milhões de pessoas. Esses moradores produzem por dia em torno de 1,6 toneladas de lixo, conforme o relatório anual da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas