Brasil
  • (12) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

População lincha policial militar na região metropolitana de São Luís Segundo a PM, o cabo foi morto logo após matar, a tiros, um rapaz de 22 anos

Agência Brasil

Publicação: 06/04/2014 19:12 Atualização:

Brasília - Um policial militar foi linchado por um grupo de pessoas na noite da última sexta-feira (4), na região metropolitana de São Luís (MA). Segundo a Polícia Militar (PM), o cabo Josilmar Moraes Lobo foi morto logo após matar, a tiros, um rapaz identificado como João Dalmácio, de 22 anos.

Ainda de acordo com a PM, Lobo não estava de serviço. O cabo, que trabalhava na Unidade de Socialização Comunitária da Vila Luizão, em Araçagi, passou de moto em frente a uma churrascaria na BR-135, próxima ao 6º Batalhão da Polícia Militar, quando atirou em Dalmácio por motivos que ainda vão ser apurados. O jovem foi atingido na clavícula e morreu no local.

Leia mais notícias em Brasil

O pai de Dalmácio presenciou a cena e pediu a ajuda de outros moradores do bairro Matinha do Rio Grande para impedir que o cabo deixasse o local. Na sequência, as mesmas pessoas passaram a agredir o cabo com pedradas e pauladas na cabeça. Ele não resistiu aos ferimentos. Até o momento, nenhum dos envolvidos no linchamento do policial foi detido e o serviço de inteligência da PM continua tentando identificá-los.

Esta matéria tem: (12) comentários

Autor: julio cesar Silva
O povo brasileiro vai cumprir a recomendação da ONU: Extinção da PM, já! | Denuncie |

Autor: julio cesar Silva
O povo brasileiro vai cumprir a recomendação da ONU: Extinção da PM, já! | Denuncie |

Autor: antonio morais
Não justifica fazer a justiça com as próprias mãos. Mas deve-se tirar uma lição: a população está cansada e revoltada pela inércia e omissão do governo. Mais ainda com pessoas que praticam crimes e nada acontecem a elas. | Denuncie |

Autor: Eduardo Souza
Exatamente Abel! Quem deveria atuar é a Polícia Civil tão somente. | Denuncie |

Autor: Wesley Alves
Barbárie se paga com Barbárie. Tentaram impedir a fuga de um covarde, mas infelizmente as pessoas já não estão tolerando certos atos por parte principalmente de quem só pode agir em último instância, ou seja, com prudência. | Denuncie |

Autor: paulo noe alcantara
senhor abel bom dia. essa não é a questão , faz parte sim de qualquer cidadão prender em flagrante delito. deixa que a JUSTIÇA cuida disso, não se pode fazer justiça com as próprias mãos. sem comentários..... | Denuncie |

Autor: Francisco Vieira
O PM morreu porque deixou TOMAREM a arma dele. Fica a lição para os PMs de Brasilia. | Denuncie |

Autor: cleudo gomes
O FATO É QUE TODO O SISTEMA QUE CHAMAMOS DE JUSTIÇA ESTÁ FRACASSADO, POR ISSO, A CADA DIA OUVIMOS FALAR DE MAIS E MAIS CASOS DE OLHO POR OLHO; URGE A NECESSIDADE DE REFORMA LEGAL/JUDICIAL; LEIS, PRESÍDIOS E PROJETOS DE RESSOCIALIZAÇÃO! | Denuncie |

Autor: cleudo gomes
ABEL ALMEIDA, POR ACASO ÉS DOUTRINADOR? UM POLICIAL MILITAR FOI MORTO, LOGO, A CORPORAÇÃO DEVE INVESTIGAR AS CIRCUNSTÂNCIA E TAMBÉM A AUTORIA, COM VISTAS A SUBSIDIAR A POLÍCIA CIVIL; QUE DESVENDARÁ A MOTIVAÇÃO DO CABO PARA MATAR O JOÃO! | Denuncie |

Autor: celio mariano
É revoltante saber que a "inteligência" da PM tem interesse de investigar e identificar os participantes do linchamento, e o motivo do assassinato cometido pelo policial não merece ser investigado? É puro corporativ | Denuncie |

Autor: Julio Silva
Lá vem com o ciuminho hein Abel. | Denuncie |

Autor: abel almeida
O serviço de inteligencia da pm maranhense não tem nada a ver com isso, pois, depois que o crime acontece é com a polícia civil, haja vista que o militar não estava de serviço, na minha ótica isso é usurpação de função pública, previsto no código penal brasileiro. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas