Brasil
  • (6) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Policiais federais fazem protesto e reforçam ameaça de parar durante a Copa Durante o a manifestação, no Aeroporto Santos Dumont, no Rio, os policiais ergueram faixas e distribuíram panfletos aos passageiros

Agência Brasil

Publicação: 08/04/2014 12:04 Atualização:

Agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal fizeram nesta terça-feira (8/4) mais uma manifestação no Rio de Janeiro para pressionar o governo a aprovar a reestruturação dessas carreiras e o reconhecimento de suas atribuições. Durante o protesto, no Aeroporto Santos Dumont, os policiais ergueram faixas e distribuíram panfletos aos passageiros.

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Fedederal no Rio, André Vaz de Mello, a categoria ameaça parar durante a Copa do Mundo se não houver avanço na negociação com o governo federal até o início de junho.

Leia mais notícias em Brasil

“O governo sempre nos sinaliza que [se entrarmos em greve] vai nos substituir pelo Exército ou pela Força Nacional [no setor de imigração dos portos e aeroportos]. Mas não adianta substituir por um militar ou qualquer outro funcionário público [porque não vai saber como funciona o setor]. Então será um caos, vai parar. Ou então o governo federal poderá abrir a porteira e deixar entrar todo mundo, terrorista, procurados pela Interpol”, disse Mello.

Procurado, o Ministério da Justiça informou, por meio da assessoria de imprensa, que não se pronunciará sobre a ameaça de greve dos policiais. O ministério também disse que não há, por enquanto, um plano de contingência caso a greve seja decretada durante a Copa do Mundo.

Esta matéria tem: (6) comentários

Autor: redyaj Silva
Não precisa do exército ! Convoquem os delegados para substituírem os PF, é uma oportunidade dos Deltas provarem que são competentes, sabem algo mais que darem entrevistas para TVs e Jornais !!!! | Denuncie |

Autor: Rodrigo Araujo
Lá vem os críticos invejosos. Messias Cassemiro, o governo sucateia a PF e quem trabalha, tem que reivindicar sim, melhorias. Nem a lei o governo cumpre, pois o reajuste anual não fui eu que criei. Um PF estar na fronteira por 6 mil reais e um segurança da camara ganhar 18, só no Brasil. | Denuncie |

Autor: Gustavo Gustavo
Messias cassemiro, ja diziam os antigos: se nao tem nada bom a dizer, se nao tem nada de positivo e construtivo a aditar, é melhor ficar calado. Vivemos dias de mediocridade tao grande, q comentarios dispensaveis incomodam mais q o de praxe. Em suma: para de falar besteira | Denuncie |

Autor: Carlos Henrique Pacifico Silva
De: Carlos Para: Messias Discordo de sua opinião, uma vez que OS Policiais Federais estão apenas manifestando um sentimento de descontentamento contra a corrupta política brasileira. No mais, estão amparados por lei para tal ato e é obvio, melhores condições de trabalho - é inevitável, acontece. | Denuncie |

Autor: Marcia Ribeiro
nÃO É BEM ASSIM, SENHOR MESSIAS! Quando se entra num concurso desses, dos mais difícieis do País, acha-se que se manterá um certo nível de reconhecimento e de salário. O governo muda as regras como quer, humilha em importancia e em salário e o sr acha justo? O sr não precisava de seu emprego? | Denuncie |

Autor: Messias Cassemiro cassemiro
Perdoem-me os PFederais, mas, não passa de um ato de extorsão. Se, acham que têm tanta competência, se não estiverem satisfeitos, peçam dispensa do cargo. Não fiquem como carrapatos agarrados num pau, ou morcegos dependurados, como se o estado fosse caverna. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas