Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Policiais e bombeiros encerram paralisação no Rio Grande do Norte A categoria pede reajuste salarial de 56,7%, inclusão da data-base no texto da lei

Agência Brasil

Publicação: 22/04/2014 20:50 Atualização:

Policiais militares e bombeiros do Rio Grande do Norte suspenderam a paralisação iniciada na manhã desta terça-feira (22/4), após negociação com a cúpula de segurança pública do estado. A paralisação começou às 7h e terminou por volta das 17h. A reunião entre policiais, bombeiros e representantes do governo foi na sede da Procuradoria-Geral do Estado, quando se decidiu pela volta ao trabalho.

De acordo com a Associação dos Cabos e Soldados da PM do estado, as categorias “optaram por oferecer mais um voto de confiança” ao governo, que se comprometeu a enviar o projeto da Lei de Promoção de Praças para apreciação na Assembleia Legislativa no próximo dia 30. Já o governo trabalha com a data limite de 1º de maio que, por ser feriado, pode estender o prazo para o dia seguinte.

Além dessa lei, a categoria pede reajuste salarial de 56,7%, inclusão da data-base no texto da lei, assistência à saúde psicológica do policial e do bombeiro militares e integralização dos vencimentos dos que foram promovidos e ainda não recebem de acordo com a graduação.

Leia mais notícias em Brasil

O governo do Rio Grande do Norte informou que, durante a reunião, apresentou encaminhamentos para nove dos 11 itens da pauta apresentada pelos trabalhadores. Ainda serão negociados o reajuste salarial de 56,7% e o reajuste de diária operacional, que é paga quando o policial ou bombeiro é deslocado para trabalho em outra cidade. Atualmente, a diária está em R$ 50 por um período de seis horas. Ainda não há data fixada para nova rodada de negociações.

“A reunião transcorreu de forma harmônica. Conseguimos mostrar aos policiais que, de fato, estamos viabilizando as reivindicações", disse o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, general Elieser Girão, ao site oficial do governo do estado. Ficou acordado, ao final do encontro, que os policiais e bombeiros não serão punidos pela paralisação de hoje. As duas categorias retomaram as atividades dessas categorias no fim da tarde desta terça-feira.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas