Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Anvisa inicia regulação de produtos da medicina chinesa por formulários A resolução define que podem ser usadas nas fórmulas compostos de origem vegetal, mineral e funghi, mas ficam proibidos as substâncias de origem animal

Publicação: 23/04/2014 08:29 Atualização:

Com tradição milenar, os produtos da medicina tradicional chinesa serão monitorados a partir da próxima segunda-feira ao longo de três anos. A resolução que marca o início da regulamentação desses compostos — à base de ervas e outras substâncias — foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Apesar de já serem regulados e normatizados em vários países, no Brasil, as fórmulas da medicina chinesa não passam por nenhum tipo de controle.

Leia mais notícias em Brasil

Isso passará a ser feito com a publicação da resolução no dia 28 por meio de formulários disponibilizados pela agência em que usuários, fabricantes e prescritores dos produtos poderão relatar os efeitos adversos do uso. A resolução define que podem ser usadas nas fórmulas compostos de origem vegetal, mineral e funghi, mas ficam proibidos as substâncias de origem animal.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas