Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Hackers colocam foto de dançarino morto em perfil da UPP em rede social No lugar da imagem do perfil da UPP, o hacker colocou a foto de Douglas Rafael da Silva Pereira, encontrado morto na favela do Pavão-Pavãozinho

Agência Brasil

Publicação: 24/04/2014 15:07 Atualização:

O perfil oficial das unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) na rede social Twitter foi invadido na tarde desta quinta-feira (24/4) por hackers. O invasor se identifica como Anonymous, um grupo virtual que se manifesta por meio da invasão a páginas da internet e perfis de redes sociais.

No lugar da imagem do perfil da UPP, o hacker colocou a foto de Douglas Rafael da Silva Pereira, encontrado morto na manhã do dia 22 de abril, na favela do Pavão-Pavãozinho, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. A mãe de Douglas, Maria de Fátima da Silva, acusa os policiais da UPP da comunidade de terem matado seu filho, durante um tiroteio na noite do dia 21.

Leia mais notícias em Brasil

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) nega a acusação e diz que os policiais só encontraram o corpo do jovem dançarino, de 26 anos, na manhã do dia seguinte ao tiroteio. A CPP também diz que, durante o tiroteio, os policiais não abordaram ou prenderam ninguém.

O perfil invadido também mostra a mensagem “UPP continua matando até quando?” e uma imagem de Maria de Fátima segurando a foto do filho morto com a neta dela, Layla, de 4 anos. Acima da imagem, o hacker escreveu “Não vai passar em branco”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas