Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Donos de cadeiras cativas no Maracanã serão indenizados por jogos da Copa Indenizações são equivalentes ao preço do ingresso

Agência Brasil

Publicação: 30/04/2014 15:50 Atualização:

Indenização por cadeiras no Maracanã:  valor pode chegar a quase R$ 4,5 mil, referentes aos sete jogos que ocorrerão no Rio (Yasuyoshi Chiba/AFP photo)
Indenização por cadeiras no Maracanã: valor pode chegar a quase R$ 4,5 mil, referentes aos sete jogos que ocorrerão no Rio

Os donos de cadeiras cativas no Maracanã podem solicitar indenização por não poderem assistir aos jogos da Copa do Mundo, de 12 de junho a 13 de julho. O valor pode chegar a quase R$ 4,5 mil, referentes aos sete jogos que ocorrerão no Rio. São 4.968 pessoas com direito a lugares cativos, por terem comprado assento vitalício na época da construção do Maracanã, entre 1948 e 1950.

As indenizações são equivalentes ao preço do ingresso. Os donos das cadeiras cativas receberão R$ 350,00 por cada um dos jogos da fase de grupos: em 15 de junho (Argentina e Bósnia-Herzegovina), dia 18 (Espanha e Chile), dia 22 (Bélgica e Rússia) e 25 de junho (Equador e França). Na oitavas de final, no dia 28 de junho, será de R$ 440; nas quartas de final, em 4 de julho, R$ 660. Para a final, marcada para o dia 13 de julho, a indenização será R$ 1.980.

Leia mais notícias em Brasil

Para ter direito às indenizações, os titulares terão de comparecer à sede da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj) com a documentação exigida a partir de hoje (30). Os detalhes do processo de solicitação de indenização podem ser encontrados na página da Suderj.

As cadeiras cativas do Maracanã foram vendidas para completar o dinheiro necessário para a construção do estádio para a Copa de 1950. Em troca de um valor calculado em R$ 50 mil ao preço de hoje, os compradores teriam direito, de acordo com o contrato, a lugares cativos para qualquer evento ocorrido dentro do estádio. Os donos das cadeiras podem negociar seus títulos a qualquer tempo, e da forma que quiserem.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas