Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Termina prazo para que eleitor regularize pendência na Justiça Eleitoral Até esta quarta, o eleitor poderia tirar o título pela primeira vez, pedir transferência para outro domicílio eleitoral ou fazer o recadastramento biométrico

Agência Brasil

Publicação: 07/05/2014 19:36 Atualização:

Muitos eleitores deixaram para a última hora a regularização de pendências na Justiça Eleitoral. Em Brasília, o dia foi marcado por longas filas, que se formaram desde oito horas da manhã, em diversos cartórios eleitorais. O tempo médio de espera ultrapassava 1 hora e meia.

“Eu sou acostumada a fazer tudo em cima da hora. Como eu já esperava que o prazo ia ser prorrogado, não me preocupei de vir antes”, disse a doméstica Rosilene Santos, 39.

Leia mais notícias em Brasil

Até hoje, o eleitor poderia tirar o título pela primeira vez, pedir transferência para outro domicílio eleitoral ou fazer o recadastramento biométrico. O prazo também valeu para pessoas com deficiência pedirem transferência para seções adaptadas.

Dividido em três etapas, o recadastramento biométrico teve inicio em 2012. Para a terceira etapa, foram convocados 14,3 milhões de eleitores de 24 estados e também do Distrito Federal, totalizando 465 municípios. Até ontem, 11,2 milhões já haviam comparecido. Contando com os 7,7 milhões de eleitores de 299 municípios que fizeram a revisão biométrica nas etapas anteriores, o total de recadastrados já ultrapassa 18,9 milhões.

Aproximadamente 142 milhões de brasileiros estão aptos a votar. Quem tiver o título cancelado poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos. A irregularidade também pode gerar dificuldades para participação e nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas