Brasil
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma defende valorização do professor e diz que conhecimento é riqueza "A maior riqueza deste país é o conhecimento de brasileiros e brasileiras. Sem professores capacitados, valorizados socialmente, não é possível que tenhamos uma educação de qualidade", diz presidente

Agência Brasil

Publicação: 07/05/2014 19:43 Atualização:

A presidente Dilma Rousseff defendeu nesta quarta-feira (7/5) a valorização dos professores como forma de garantir desenvolvimento para o país. Ela participou da premiação da 9ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que este ano distribuiu 500 medalhas de ouro. O concurso é disputado anualmente por alunos do 6º ao 9º ano e das três séries do nível médio. Em 2013, teve 18,7 milhões de inscritos, de mais de 47 mil escolas.

“A maior riqueza deste país é o conhecimento de brasileiros e brasileiras. Sem professores capacitados, valorizados socialmente, não é possível que tenhamos uma educação de qualidade. Temos que pagar os professores bem”, disse a presidente, em discurso dirigido a uma plateia formada por estudantes, professores e pais de alunos, na Cidade das Artes, complexo cultural na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Leia mais notíticas em Brasil

O estado que mais teve medalhistas foi Minas Gerais, com 149 medalhas, seguido por São Paulo (109), Rio de Janeiro (54), Rio Grande do Sul (26) e Santa Catarina (26). Alguns estados não tiveram nenhum medalhista de ouro, como Acre, Alagoas, Amapá, Maranhão e Roraima.

A estudante do Colégio Militar do Rio de Janeiro, Luise Mello D'Urso Vianna, de 17 anos, ganhou a medalha de ouro pela sexta vez. “Eu gosto muito de participar da olimpíada, é muito gratificante. A prova envolve bastante lógica e é necessário pensar bastante”. Ela conta que procura estudar sempre que possível. “Não tem uma rotina definida. Minha família me incentiva muito e dá toda a estrutura para eu estudar”, disse Luise, que conclui este ano o ensino médio e pretende cursar matemática, no ensino superior.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Paulo Recanto
Porque só agora? Depois de quatro anos de governo vem reconhecer os professores? A resposta está no ano da eleição. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas