Brasil
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Paralisação de rodoviários no Rio deixa saldo de 74 ônibus depredados Está em vigor o acordo com o sindicato que representa legalmente a categoria, que assegurou 10% de reajuste salarial e 40% na cesta básica

Agência Brasil

Publicação: 13/05/2014 12:31 Atualização:

O Rio Ônibus, Sindicato das Empresas de Ônibus do Rio, informou que 74 ônibus foram depredados desde o início da paralisação do grupo dissidente do Sindicato dos Rodoviários, na manhã desta terça-feira (13/5). A frota que está circulando equivale a 16% do número total de coletivos.

Leia mais notícias em Brasil


O Rio Ônibus informou, em nota, que está em vigor o acordo com o sindicato que representa legalmente a categoria, que assegurou 10% de reajuste salarial e 40% na cesta básica, retroativos ao dia 1º de abril.

“A paralisação foi convocada e ocorre de forma ilegal, pois não respeita os princípios e requisitos da lei de greve. O sindicato convoca os rodoviários a voltar ao trabalho para normalizar o serviço prestado à população”, informa o sindicato.


De acordo com a entidade, os manifestantes estão obrigando os motoristas de ônibus a pararem no meio da viagem e quebrando para-brisas, retrovisores, janelas e furtando chaves.


A Justiça determinou na madrugada desta terça que os quatro líderes da comissão de rodoviários, identificados como Hélio Alfredo Teodoro, Maura Lúcia Gonçalves, Luís Claudio da Rocha Silva e Luiz Fernando Mariano, não participem ou incitem a greve. Caso a medida seja desobedecida, os líderes estão sujeitos à punição de R$ 10 mil para cada ato de descumprimento.

O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ) informou, em nota, que não houve solicitação de reconsideração do pedido da Rio Ônibus contra o movimento dos rodoviários da capital.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Horst Mohn
Será que este grupo discidente do Sindicato de Rodoviários não estaria sendo financiado por milicianos ou traficantes de drogas, interessados em instaurar o caos para que se justifique um eventual transporte (clandestino) por vans na cidade? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

:: Publicidade



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas