Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Governo diz que não negociará com policiais e bombeiros em greve Bombeiros e policiais militares entraram em greve ontem à noite

Agência Brasil

Publicação: 15/05/2014 18:15 Atualização:

O governo de Pernambuco não negociará com policiais e bombeiros militares em greve. A assessoria de imprensa disse que “caso sejam retomados os trabalhos, serão retomadas também as negociações”.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, seguiu para o Recife, onde terá reunião com o general de Exército José Carlos de Nardi, ex-chefe do Estado Maior das Forças Armadas, designado para comandar a segurança no estado.

Bombeiros e policiais militares entraram em greve ontem à noite. Entre 18 reivindicações, eles pedem reajuste salarial de 50% para soldados e de 30% para oficiais retroativo a janeiro deste ano. Querem também o fim da pena de prisão prevista no Código Disciplinar.

Leia mais notícias em Brasil

Sem a presença da Polícia Militar, Recife viveu hoje um dia de insegurança. Várias lojas foram saqueadas desde a noite de terça-feira. A Força Nacional de Segurança Pública foi para as ruas a pedido do governador João Lyra Neto.

A força está autorizada a permanecer em pernambuco até o encerramento da greve. O efetivo é mantido sob sigilo. O governo reforçou a Polícia Civil.

Hoje, o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Frederico Neves, determinou o fim da greve e retorno imediato ao trabalho. Os policiais e bombeiros militares irão se reunir hoje à noite para avaliar se voltam ou não ao trabalho.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas