Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Governo e sindicato negociam fim da paralisação dos policiais civis no Rio A principal reivindicação dos policiais civis é a incorporação de gratificações ao salário, evitando que o policial afastado da função temporariamente tenha perdas salariais

Agência Brasil

Publicação: 22/05/2014 10:26 Atualização:

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, receberá na manhã desta quinta-feira (22/5) líderes do sindicato do policiais civis do Rio de Janeiro que decidiram estender por mais 24 horas a paralisação iniciada ontem (21) e inicialmente prevista para durar apenas 24 horas.

A reunião ocorre no Palácio Guanabara, sede do governo do Rio, e vai contar com a presença de uma comissão formada por cerca de 20 policiais. O comunicado da reunião foi feito na Cidade da Polícia, na zona norte do Rio pelo chefe da Polícia Civil, Fernando Veloso, que esteve com o governador Luiz Fernando Pezão. A principal reivindicação dos policiais civis é a incorporação de gratificações ao salário, evitando que o policial afastado da função temporariamente tenha perdas salariais. Reivindicam, ainda, aumento no vale-transporte e no vale-alimentação.

Leia mais notícias em Brasil

A paralisação de ontem transcorreu sem problemas e com mobilizações em vários pontos da cidade. O movimento da polícia civil já tem duas mobilizações programadas: no próximo dia 28 os policiais doarão sangue no Hemorio, centro da cidade, e no dia 6 de junho farão um

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas