Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Judiciário no Rio de Janeiro terá reforço em dias de manifestação de rua O planejamento é reforçar o contingente de juízes e servidores quando uma grande manifestação estiver prevista, explicou o secretário de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça

Agência Brasil

Publicação: 23/05/2014 15:49 Atualização:

O ação do Poder Judiciário no Rio ganhou um reforço para os dias em que ocorrerem manifestações de rua. O Tribunal de Justiça do Rio e o Ministério da Justiça inauguraram nesta sexta-feira (23/5) o Centro de Pronto Atendimento Judiciário em Plantão, iniciativa que está em funcionamento há um mês em São Paulo.

O planejamento é reforçar o contingente de juízes e servidores quando uma grande manifestação estiver prevista, explicou o secretário de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça, Flávio Crocce Caetano.

[FOTO1]"Se houver necessidade de uma prisão em flagrante ou uma [medida] cautelar que tenha que ser dada naquele momento, isso vai ser feito. Isso atinge tanto aquele que exagera no seu direito de manifestação, praticando atos de violência e de depredação do patrimônio, como também aquele policial que exagera na contenção e que parte para a violência. A ideia é que a liberdade seja assegurada, mas também com segurança.

Leia mais notícias em Brasil

Segundo o secretário, a medida foi pensada depois que os governos do Rio e de São Paulo procuraram o ministério em busca de soluções para agilizar a ação da Justiça durante as manifestações. Como os dois foram os únicos estados a terem a iniciativa, o projeto não prevê a inclusão de outro tribunal.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas