Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio espera movimentar R$ 1 bilhão em turismo durante a Copa do Mundo Serão instalados 17 postos móveis de informações turísticas em metrôs, estações de BRT (Bus Rapid Transit) e no Estádio do Maracanã, para reforçar os 14 já existentes, que ficam espalhados por toda a cidade

Agência Brasil

Publicação: 27/05/2014 14:44 Atualização:

Às vésperas da Copa do Mundo, a Secretaria Municipal de Turismo informou hoje (27/5) que o Rio de Janeiro vai movimentar cerca de R$ 1 bilhão durante o evento. A prefeitura está investindo em atendimento e sinalização para que os turistas cheguem sem problemas aos locais desejados. A expectativa é que 400 mil turistas estrangeiros e 450 mil brasileiros de outros estados visitem a capital fluminense.

Serão instalados 17 postos móveis de informações turísticas em metrôs, estações de BRT (Bus Rapid Transit) e no Estádio do Maracanã, para reforçar os 14 já existentes, que ficam espalhados por toda a cidade. Nesses locais e em pontos de interesse turístico, como museus e centros culturais, serão distribuídos materiais impressos sobre o Rio, com mapas, informação de eventos, entre outros recursos. De acordo com o secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello, o Rio de Janeiro está acostumado a sediar grandes eventos, como o carnaval e o réveillon de Copacabana.

“O pessoal que vem para o carnaval é um público totalmente diferente. O público que a gente tem aqui é um público que não estava planejando vir para o Brasil. É um público que se planeja para ir atrás do evento. É um público novo, que a gente quer cativar e mostrar o nosso melhor potencial”, disse. Em dias de jogos no Rio, 150 agentes de informações ficarão espalhados no entorno do Maracanã para indicar os locais de acesso ao estádio para os torcedores. Além disso, 1.500 voluntários poderão ser encontrados em diversos pontos turísticos para prestar informações aos visitantes.

O secretário informou que 3.700 peças de sinalização estão sendo instaladas em toda a cidade, como adesivos, placas, torres e sentinelas, para indicar rotas para os turistas e mantê-los informados sobre dias e horários de jogos no Maracanã, modificações no trânsito, entre outros. Ainda segundo Antonio Pedro, os pontos turísticos do Rio, como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, ambos na zona sul, não estão livres de superlotação.

“A gente tem um planejamento grande. Longas filas nós teremos com certeza, assim como tem na Torre Eiffel [na França]. Em qualquer ponto turístico de grande interesse você encontra filas. O que precisa ter é um ordenamento melhor e informações turísticas para as pessoas saberem. Para não ficarem na fila perdidas, sem saber que horas vão conseguir entrar [no ponto turístico]”, completou.

Leia mais notícias em Brasil

A Secretaria de Turismo vai oferecer, gratuitamente, passeios guiados a pé aos turistas por três bairros do Rio: Ipanema, Copacabana e Centro. As inscrições para o Rio Walking Tour poderão ser feitas nos postos de informações e as vagas são limitadas a 30 pessoas. Além disso, a caminhada contará com guias que falam português, inglês e espanhol.

O Rio de Janeiro vai ser o local de concentração de quatro seleções, Holanda, Inglaterra, Itália e Brasil. Além disso, a capital fluminense vai ser sede do Centro de Mídia Internacional (International Broadcast Center), Centro Aberto de Mídia, Central de Árbitros e do Quartel-General da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas