Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma inaugura centro de especialidades odontológicas em São Bernardo Evento marcou os dez anos da criação do Programa Brasil Sorridente, do Ministério da Saúde.

Agência Brasil

Publicação: 28/05/2014 19:41 Atualização:

A presidenta Dilma Rousseff inaugurou nesta quarta-feira (28/5) um centro de especialidades odontológicas em São Bernardo do Campo, na região do ABC paulista. A unidade, localizada no bairro Alvarenga, tem 680 metros quadrados de área construída e possui dez consultórios odontológicos, salas de enfermagem e de raio X. Dilma estava acompanhada do ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, do atual, Arthur Chioro, e do prefeito da cidade, Luiz Marinho.

O evento marcou os dez anos da criação do Programa Brasil Sorridente, do Ministério da Saúde. “Quem, antes de 2003, tinha acesso a ação de tratamento dentário? Poucas pessoas. O SUS [Sistema Único de Saúde] tem 25 anos e o Brasil Sorridente tem dez. Estamos correndo atrás daquilo que não fizeram e fazendo a nossa parte”, disse a presidenta.

Dilma ressaltou que, em 2003, cerca de 13% dos adolescentes do país nunca tinham ido a um dentista, 45% dos brasileiros não utilizavam escova de dente regularmente, e um quinto da população já havia perdido os dentes. “Em 2004 começa a se modificar esse quadro. O tratamento disponível não era esse. Dor de dente? Senta na cadeira e arranca o dente. Criava um problema. É com essa situação que nós rompemos. Estamos aqui para impedir que fiquem arrancando dente por aí, arrancar dente é das últimas medidas”, disse a presidenta.

Leia mais notícias em Mundo

O centro de especialidades em São Bernardo do Campo recebeu o nome da dentista Cinthya Magaly Moutinho, assassinada por um grupo de assaltantes em seu consultório no ano passado na cidade. Para a construção da nova unidade, a prefeitura investiu R$ 1,7 milhão, recurso financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O governo municipal também foi responsável pela compra da mobília (R$ 442 mil). Já os equipamentos odontológicos foram fornecidos pelo Ministério da Saúde, que repassará mensalmente R$ 19,5 mil para manutenção da unidade.

De acordo com o ministério, o programa Brasil Sorridente tem 1.013 centros de atendimento em mais de 800 municípios, e conta com 23.175 equipes que atendem nas Unidades Básicas de Saúde. Cerca de R$ 7 bilhões foram investidos no projeto desde o seu lançamento, em 2004. No ano passado, foram entregues, por meio do programa, 471 mil próteses dentárias, 20 vezes o número de próteses ofertadas há dez anos, segundo dados do governo federal.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

:: Publicidade



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas