Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Jardim Botânico do Rio desativa estacionamento, mas mantém vagas especiais Pesquisa contratada pelo Jadim Botânico apurou que, do total de pessoas que visitam o instituto, 30% utilizam o próprio carro, enquanto a maioria usa transportes públicos, vans de turismo ou ônibus fretados

Agência Brasil

Publicação: 30/05/2014 17:18 Atualização:

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro, órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, anunciou nesta sexta-feira (30/5) a desativação definitiva, a partir do dia 2 de junho, do estacionamento na Rua Jardim Botânico, número 1.008, no bairro do mesmo nome, zona sul da cidade. Segundo informou a assessoria de imprensa Jardim Botânico, serão mantidas no local algumas vagas exclusivas para carros adaptados para pessoas com deficiências (carros adesivados) e para veículos de serviços de emergência, como ambulâncias e bombeiros.

A iniciativa teve uma primeira etapa em abril, com a redução de metade das vagas, e integra o projeto Um Jardim para Todos, que está promovendo a revisão do espaço físico do instituto com o objetivo de aumentar a acessibilidade, além de melhorar a mobilidade interna e os serviços aos visitantes. Em entrevista à Agência Brasil, o diretor de Ambiente e Tecnologia do Jardim Botânico, Claudison Rodrigues, informou que o processo de reorganização do estacionamento inclui um convênio firmado com o Jockey Club do Rio de Janeiro, que disponibilizou 230 vagas para os visitantes do local, cobrando o mesmo preço (R$ 7), desde que apresentem o tíquete da bilheteria do instituto. A partir de junho, o Jockey Club vai oferecer mais 170 vagas, totalizando 400.

Leia mais notícias em Brasil


Uma pesquisa contratada pelo Jadim Botânico apurou que, do total de pessoas que visitam o instituto, 30% utilizam o próprio carro, enquanto a maioria usa transportes públicos, vans de turismo ou ônibus fretados. No caso de moradores das redondezas, a preferência é ir a pé ou de bicicleta até o Jardim Botânico. A direção do instituto considera que, mesmo sendo uma minoria que usa carro para a visitação, há muitos anos o estacionamento do local, que tinha 80 vagas, era insuficiente para atender à demanda. Nos fins de semana de sol, por exemplo, o número de visitantes supera os 6 mil, o que costuma provocar filas e engarrafamentos na Rua Jardim Botânico, prejudicando o deslocamento de veículos no entorno, esclareceu a assessoria.

Táxis e veículos particulares poderão entrar no instituto apenas para embarque e desembarque de pessoas com deficiência, idosos e adultos com crianças pequenas, em frente ao Teatro Tom Jobim. Os membros da Associação de Amigos do Jardim Botânico poderão utilizar o estacionamento funcional localizado na Rua Pacheco Leão número 1.235, que foi ampliado em dez vagas e poderá receber até 50 veículos. O Jardim Botânico informou ainda que foram criadas mais 26 vagas nos dois novos bicicletários instalados nos acessos da Rua Jardim Botânico, números 920 e 1.008, além das dez vagas já existentes ao lado da bilheteria principal. Claudison Rodrigues disse que os canteiros e jardins da área do estacionamento, que foram destruídos pelos automóveis, serão recompostos. A ideia, segundo o diretor, é implantar medidas relacionadas à sustentabilidade e melhorar a qualidade da visitação.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas