Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ao som de "Fernandão brilhou", ex-jogador é sepultado em Goiânia Caixão com o corpo do ex-jogador foi levado em carro aberto do Corpo de Bombeiros até o cemitério Jardim das Palmeiras

Almiro Marcos

Publicação: 08/06/2014 15:27 Atualização: 09/06/2014 08:48


Esposa se despede de jogador
Goiânia (GO) - Milhares de pessoas se despediram neste domingo (8/06) do ex-jogador de futebol Fernando Lúcio Costa, o Fernandão, morto em um acidente de helicóptero na madrugada de sábado (7/06). O ídolo do Goiás e do Internacional foi enterrado às 15h no cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. Torcedores, familiares e amigos se despediram do atacante, que foi sepultado ao som dos hinos dois clubes de futebol.

O velório teve início ainda na noite de sábado no ginásio de esportes da sede do Goiás em uma região conhecida como Serrinha, em Goiânia e prosseguiu até às 14 de hoje, quando seguiu em carro aberto até o cemitério. Parceiro de ataque no título mundial de 2006 pelo Internacional, o jogador Iarley ajudou a carregar o caixão. O sepultamento foi marcado por bastante emoção. Com aplausos e ao som de gritos “Fernandão brilhou”, torcedores e amigos se despediram do ex-jogador.

Muito emocionada, a viúva de Fernandão agradeceu por ter convivido com o jogador: 'A dor é imensa (Breno Fortes/CB/DA Press)
Muito emocionada, a viúva de Fernandão agradeceu por ter convivido com o jogador: "A dor é imensa


O governo de Goiás e a prefeitura da capital do estado decretaram lutou oficial de três dias. Muito emocionada, a esposa do ex-atacante, Fernanda Costa, "Quero agradecer a Deus por ter me dado a oportunidade de conviver com o Fernando por 20 anos. A dor é imensa, mas sei que ele está partindo em paz", declarou.

Alex Dias, ex-companheiro dos tempos de Goiás (Breno Fortes/CB/DA Press)
Alex Dias, ex-companheiro dos tempos de Goiás


Ex-jogadores fizeram questão de se despedir do companheiro. "Era um grande profissional e um ser humano de muito caráter. Estamos consternados com essa perda", disse Harlei, goleiro do Goiás. O volante Marabá, que atuou com Fernandão no clube esmeraldino e no Internacional, também fez questão de consolar os familiares. "Éramos muito próximos. Até agora não consigo acreditar nessa tragédia. Mais do que um grande atleta, ele era um ser humano ímpar", comentou.

Alex Dias, ex-atacante que jogou no São Paulo, Paris Saint Germain, Saint Etienne, entre outros, lamentou bastante a perda do amigo. "Gostávamos de música sertaneja e de pescaria. Isso nos aproximou desde o começo. Era um cara sensacional. Perdi um irmão", contou.

Clemer, ex-goleiro do Internacional, durante o velório (Breno Fortes/CB/DA Press)
Clemer, ex-goleiro do Internacional, durante o velório


Túlio Lustosa, ex-volante do Botafogo, Sobradinho (DF) e Goiás, contou que era amigo de Fernandão desde as categorias de base. "Sou padrinho da filha mais velha dele e ele foi meu padrinho de casamento. Perdi um grande companheiro. É um dos dias mais tristes da minha vida", lamentou.

Iarley, que fez dupla com Fernandão durante o título mundial de 2006 (Breno Fortes/CB/DA Press)
Iarley, que fez dupla com Fernandão durante o título mundial de 2006


O ex-presidente do Internacional e responsável pela contratação de Fernandão em 2004 foi até Goiânia para prestar homenagens ao craque. "Ele é um ícone no Beira Rio. Foi nosso capitão nas maiores conquistas. É um dos maiores em toda a história do clube. Jamais será esquecido pela nação colorada", declarou.

Caixão segui em carro aberto até o cemitério da cidade (Breno Fortes/CB/DA Press)
Caixão segui em carro aberto até o cemitério da cidade


O acidente
O jogador morreu por volta das 2h deste sábado (7/6), aos 36 anos. Ele voltava de casa, em Aruanã, cidade no interior de Goiás, para Goiania, quando o helicóptero em que estava caiu. Quatro amigos do ex-jogador também estavam a bordo e faleceram.

O cantor Leonardo também se despediu do ex-jogador (Breno Fortes/CB/DA Press)
O cantor Leonardo também se despediu do ex-jogador


Além de Fernandão, morreram o vereador por Palmeiras de Goiás, Edmilson de Souza Leme; Antônio de Pádua, o Bidó, primo do governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB); Lindomar Mendes Vieira, caseiro da propriedade de Fernandão; e o Coronel da reserva da PM Milton Ananias, que pilotava o helicóptero. Todos já foram sepultados.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas