Brasil
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Metroviários decidem suspender greve até quinta Na próxima quarta-feira, categoria volta a se reunir para avaliar se voltam ou não ao trabalho em definitivo

Publicação: 09/06/2014 21:15 Atualização:

O sindicato dos metroviários de São Paulo decidiu na noite desta segunda-feira (9/6) suspender até quinta-feira, dia de abertura da Copa do Mundo, a greve iniciada há cinco dias.

Na próxima quarta-feira, véspera do jogo de estreia do Brasil, contra a Croácia, na própria capital paulista, a categoria promete realizar uma nova assembleia para decidir os rumos do movimento.

O presidente da Federação Nacional dos Metroviários, Paulo Pasin, havia afirmado mais cedo que os grevistas estavam dispostos a aceitar o reajuste de 8,7% imposto pela Justiça do Trabalho, porém exigem a anulação da demissão de 42 funcionários que participam da mobilização.

Desde a última quinta-feira, quando foi iniciada, a greve provocou um caos na maior cidade brasileira e palco da abertura do Mundial. Os confrontos com a polícia ganharam repercussão internacional. O governo chegou a admitir que prepara um plano B, caso a paralisação não chegue ao fim durante o mês de jogos.
Tags:

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Paulo Lima
Que maravilha!!!! Eis aí, mais uma irresponsabilidade de um líder sindical. Descumprir ordem judicial, desrespeitar o estado democrático de direito. Infelizmente, os demitidos, se conseguirem reverter a decisão, levarão anos na justiça. Até lá, sabe Deus as dificuldades que passarão. | Denuncie |

Autor: Anilton Moccio
Radicalizaram demais, agora não tem que exigir nada. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas