Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Serviço voluntário de tradução atenderá turistas estrangeiros no Rio Iniciativa conta com voluntários que atenderão, por telefone, em sete línguas: inglês, espanhol, francês, alemão, italiano, russo e coreano

Agência Brasil

Publicação: 11/06/2014 12:22 Atualização:

Um serviço gratuito de tradução será lançado nesta quinta-feira (12/6) no Rio e promete ajudar turistas estrangeiros em situações corriqueiras, como pedir um prato, obter atendimento médico ou explicar um destino no táxi. Chamada de Rio Amigo, a iniciativa conta com voluntários que atenderão, por telefone, em sete línguas: inglês, espanhol, francês, alemão, italiano, russo e coreano.

"Do ponto de vista do usuário, funciona da seguinte forma: ele está em um restaurante e quer dizer que tem alergia a frutos do mar. Então, pega o telefone, disca o nosso número, escolhe o idioma que quer, e a central conecta com um voluntário que pode estar em qualquer local da cidade. Ele fala em sua língua, passa o telefone para o garçom e o tradutor explica o que quer dizer", diz a intérprete Marília Rebello , que conheceu a ideia na Copa do Mundo de 2002, na Coreia do Sul.

A tradutora conta que recorreu diversas vezes ao serviço quando esteve no país, e manteve contato com a iniciativa até trazê-la ao Rio. "É uma experiência piloto, como aconteceu na Coreia, onde o serviço começou de forma um pouco improvisada, e hoje tem em torno de 5 mil voluntários, em 19 idiomas". A organização não governamental BBB-Korea (Before Babel Brigade Korea - Brigada de antes de Babel) atua como parceira do projeto, assim como a Empresa Municipal de Turismo.

Os voluntários não precisam ter formação, mas passam por um teste de proficiência feito por telefone mesmo, em uma simulação de atendimento coordenada por intérpretes profissionais.

Leia mais notícias em Brasil

No momento, cerca de 50 voluntários estão inscritos e, quem se interessar, deve entrar em contato pelo e-mail rioamigo2014@gmail.com, informando já no assunto da mensagem: "Quero ser voluntário Rio Amigo". É preciso ter um número do Rio (DDD 21), pois o sistema que repassa o telefonema do turista para o tradutor só faz ligações locais. O serviço vai funcionar 24 horas por dia, pelo número 55 (21) 3554-0304. Um cartão com o número do serviço será distribuído em quiosques de informações turísticas, pontos turísticos, aeroportos, hotéis, restaurantes e agências de viagens.

Marília vê semelhança entre o Brasil e a Coreia do Sul que torna importante esse tipo de iniciativa: "Lá, me impressionou muito o funcionamento, porque é um país em que a população não tem conhecimento de idiomas e tem uma língua que quase ninguém fala. O português também é uma língua que as pessoas têm dificuldade de compreender e, aqui no Brasil, quem não fala o idioma tem, muitas vezes, dificuldade quando vai procurar serviços. A proposta é de uma participação cidadã, de as pessoas emprestarem o talento que têm".

Depois da Copa, a equipe do Rio Amigo fará uma avaliação de como foi o atendimento, para retomar as atividades no fim do ano: "O Rio é uma cidade que pede um serviço desse. A gente tem sempre algum evento, além dos eventos fixos como o réveillon e o carnaval, tem Rock in Rio, grandes congressos da área técnica e médica. Esta é uma primeira fase, para depois termos uma implantação definitiva, visando aos 450 anos da cidade, às Olimpíadas e a outros eventos que vêm pela frente".

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas