Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PF impede mais um argentino de ingressar no Brasil para assistir à Copa A polícia não informou o motivo, nem se ele faz parte de algum grupo de torcedores brigões, como os barra-brava

Agência Brasil

Publicação: 12/06/2014 16:50 Atualização:

A Polícia Federal (PF) impediu na madrugada desta quinta-feira (12/6) que um torcedor argentino entrasse em território brasileiro. Segundo agentes da Delegacia de Uruguaiana, cidade gaúcha na fronteira com a Argentina, o homem de 40 anos ingressaria no país cruzando a Ponte Internacional Paso de Los Libres, que liga os dois países.

Os agentes ouvidos pela Agência Brasil não souberam informar o motivo pelo qual o argentino foi impedido de entrar no país, nem tampouco que ele faça parte de algum grupo de torcedores brigões, como os barra-brava.

Os nomes de mais de 2 mil torcedores argentinos que, segundo autoridades argentinas, fazem parte de grupos acusados de envolvimento em atos violentos durante partidas de futebol, constam de uma lista que a Interpol entregou ao governo brasileiro, e estão impedidos de entrar no Brasil para acompanhar a Copa do Mundo.

Leia mais notícias em Brasil

Na última segunda-feira (9/6), a PF havia identificado e impedido um torcedor argentino de ingressar no país. Nesse caso, a polícia confirmou que se tratava de um torcedor barra-brava. O argentino desembarcou no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos (SP), procedente da cidade de Rosário. Seu destino era o Rio de Janeiro, onde planejava assistir aos jogos da Copa. Após ser identificado pelo setor de imigração, teve que voltar para a Argentina.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas