Brasil
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Greve de ônibus é mantida em Natal apesar de jogo da Copa do Mundo Rodoviários pedem um reajuste de salário em 16% e a elevação do valor do vale-alimentação do motorista de ônibus de R$ 197,35 para R$ 450,00.

Agência Brasil

Publicação: 16/06/2014 13:40 Atualização:

A greve dos rodoviários em Natal, no Rio Grande do Norte, está mantida para hoje (16/6), apesar de a cidade sediar nesta segunda-feira a partida da Copa do Mundo entre os Estados Unidos e Gana, às 19h, na Arena das Dunas. Uma audiência de conciliação está marcada para a próxima quarta-feira (18/6), em que os termos da paralisação poderão ser negociados.

Devido à paralisação, a prefeitura autorizou a circulação de veículos de transporte alternativo – como microônibus – e orienta a população para que use táxis. Segundo determinação do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN), 70% da frota de ônibus têm de estar nas ruas nos horários de pico (entre 5h e 9h e 16h e 20h), sob pena de multa de R$ 100 mil por dia ao sindicato dos trabalhadores. Nos outros horários, a frota tem de ser mantida em 50%.

Na última tentativa de conciliação, na semana passada, os Sindicatos dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários, das Empresas de Transporte Intermunicipal de Passageiros do Rio Grande do Norte e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal (Seturn) não chegaram a um acordo sobre o fim da greve.

A proposta era para que fosse suspensa a greve de ônibus até o dia 14 de julho, quando termina a Copa, mediante concessão de abono aos trabalhadores, no valor de 5,82% sobre os salários de abril de 2014, que seriam pagos até 20 de junho à categoria.

Os rodoviários, em contrapartida, pedem um reajuste de salário em 16% e a elevação do valor do vale-alimentação do motorista de ônibus de R$ 197,35 para R$ 450,00. A direção do Seturn argumenta que não tem condições de conceder esses reajustes, tendo em vista que o valor da tarifa de ônibus em Natal não sofre reajuste há 42 meses. A prefeitura de Natal informou que está fiscalizando o cumprimento da determinação judicial e que não vai ceder aos pedidos dos sindicatos das empresas de transporte rodoviário, que pedem o aumento do valor das passagens ou isenção fiscal.

A expectativa é a de que o percentual fixado pela Justiça e o transporte alternativo na cidade dê conta da demanda no dia de jogo da Copa do Mundo. O TRT-RN também determinou, na última avaliação do dissídio, que não sejam realizados atos que “extrapolem o direito de greve” - como fechamento de ruas e avenidas, depredação de ônibus e garagens, fechamento dos acessos às garagens das empresas, impedimento do trabalho dos empregados que não aderirem ao movimento, entre outras que inviabilizem a manutenção do serviço público de transporte.

Leia mais notícias em Brasil

Hoje, ainda foi decretado estado de calamidade pública em Natal devido às fortes chuvas que atingiram a cidade entre a última quinta-feira (12) e ontem (15/6). O decreto foi publicado na edição de hoje (16) do Diário Oficial do Município. Segundo a Federação Internacional de Futebol (Fifa) e a Secretaria Extraordinária para Assuntos Relativos à Copa do Mundo 2014 no Rio Grande do Norte, a partida está mantida. Para hoje, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia é de tempo nublado com chuva esparsa durante o dia e à noite.

As fortes chuvas provocaram o deslizamento de uma encosta que, de acordo com o decreto, comprometeu até 40 residências, das quais 20 ficaram destruídas. O decretou autoriza o Poder Público a entrar nas casas para prestar socorro ou determinar a pronta evacuação e “o início de processos de desapropriação, por utilidade pública, de propriedades particulares comprovadamente localizadas em áreas de risco intensificado de desastre”. Cerca de 50 famílias foram levadas para abrigos públicos.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas