Brasil
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Seleção faz último treino para o jogo de amanhã contra o México Técnico Luiz Felipe Scolari, Felipão, pela primeira vez desde o início da preparação para a Copa, decidiu restringir o acesso da imprensa ao treino

Agência Brasil

Publicação: 16/06/2014 16:58 Atualização:

A Seleção Brasileira de Futebol faz, desde as 15h30 desta segunda-feira (16/6), o último treino antes da segunda partida pelo Grupo A da Copa do Mundo, amanhã (17/6), contra o México, no Castelão, em Fortaleza. O técnico Luiz Felipe Scolari, Felipão, pela primeira vez desde o início da preparação para a Copa, decidiu restringir o acesso da imprensa ao treino – os jornalistas só puderam acompanhar os minutos iniciais.

Felipão quer o maior aproveitamento possível do treino para deixar o time pronto para disputa desta terça-feira. A grande expectativa é quanto à condição física do atacante Hulk, que deixou o treino mais cedo ontem (15/6), ainda na Granja Comary, em Teresópolis, Rio de Janeiro, com dores musculares na perna esquerda. Essas dores já vinham incomodando o jogador desde a primeira partida da Copa, contra a Croácia, no último dia 12, no Itaquerão, em São Paulo.

Leia mais notícias em Brasil

Se Hulk tiver condições de jogo, Felipão deve repetir o time que entrou em campo contra os croatas: Júlio César no gol; Daniel Alves na lateral direita; Davi Luiz e Tiago Silva na zaga e Marcelo na lateral esquerda. No meio-campo, jogarão Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar, e no ataque, Hulk, Neymar e Fred. Caso Hulk não possa jogar, Ramires deverá ser o substituto.

O último confronto entre as seleções do Brasil e do México foi no ano passado, na Copa das Confederações, também na capital cearense. O Brasil venceu por 2 a 0. Em 2012, porém, na final dos Jogos Olímpicos de Londres, na Inglaterra, os mexicanos venceram por 2 a 1. Se o Brasil vencer o jogo de amanhã, e a Croácia não perder para Camarões na quarta-feira (18), a seleção brasileira já estará nas oitavas de final.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: José Corrêa
Para jogar com dois alas que não marcam tem que jogar com dois volantes ou com três zagueiros senão o sistema deensivo fica enfraquecido, Além disso, O Júlio César não é o goleiro ideal e o Thiago Silva estava totalmente nervoso. Assim vai ser difícil quando pegarmos uma seleção forte como a Alemanha | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas